Rony elogia Bergson e minimiza pressão nos atacantes

Os últimos gols do Timbu foram marcados por meias e zagueiros

Marília Mendonça é uma das grandes atrações do Festeja RecifeMarília Mendonça é uma das grandes atrações do Festeja Recife - Foto: Reprodução

Desde a vitória por 2x0, fora de casa, diante do Vila Nova, o ataque do Náutico não balança as redes. Já são cinco partidas dependendo de zagueiros e meio-campistas para balançar as redes. Embora o momento não seja dos melhores para os homens da frente, o atacante Rony minimizou a pressão sobre os companheiros.

“Acredito que não há pressão nenhuma. Estamos tranquilos, fazendo nosso papel. Não temos que pensar em pressão. Temos que deixa-la de lado e fazer nosso trabalho. Acho que tem faltado um pouco de sorte. Estamos tentando, mas a bola não está entrando. Mas não acho que seja ansiedade. Temos que caprichar bem na finalização e, se a bola sobrar, empurrá-la para dentro”, apontou o atacante.

No esquema proposto pelo técnico Givanildo Oliveira, o atacante Bergson foi o escolhido para jogar como centroavante. Embora não seja um “9” de ofício, o atleta foi elogiado pelo companheiro de atacante. “Acredito que é bom ter um centroavante até para segurar mais a bola. A função que o Bergson está fazendo tem sido importante para gente que sai lá de trás”, declarou Rony.

Veja também

Sikêra Júnior diz que pediu para morrer no 14º dia doente
Covid-19

Sikêra Júnior diz que pediu para morrer no 14º dia doente

Praias de Ipojuca ficarão abertas das 4h às 16h para práticas esportivas individuais
IPOJUCA

Praias abertas das 4h às 16h para práticas esportivas individuais