Rosso se lança candidato sem apoio do próprio PSD

Rogério Rosso tem um acordo de cavalheiro com o líder da bancada federal do PTB, Jovair Arantes

O deputado ainda visitou as unidades educacionais da Facape e do Campus Petrolina da Universidade de Pernambuco (UPE)O deputado ainda visitou as unidades educacionais da Facape e do Campus Petrolina da Universidade de Pernambuco (UPE) - Foto: Emerson Leite

O deputado Rogério Rosso (DF), líder do PSD na Câmara Federal, lançou-se ontem candidato à presidência da Casa, por meio de um vídeo postado em seu facebook, momentos após ser recebido em audiência, no Recife, pelo governador de Pernambuco, Paulo Câmara. Rosso é um dos mais simpáticos e comunicativos integrantes do Congresso Nacional e só decidiu entrar na disputa por estar convencido da inelegibilidade do atual presidente, Rodrigo Maia, cuja candidatura à reeleição estaria vedada pelo Regimento Interno e a Constituição Federal, que proíbem a recondução dos membros da mesa diretora. Rosso teria um acerto de cavalheiros com o líder do PTB, Jovair Arantes, mediante o qual um apoiará o outro num eventual 2º turno. Caso Rodrigo Maia seja excluído da disputa, ele pode até ter chance de manter-se no páreo. Mas para isto precisará, pelo menos, de conquistar o apoio dos 38 membros de sua bancada.

No mínimo, a equiparação
Albérisson Carlos, presidente da Associação de Cabos e Soldados da PM, considera “antidemocrático” o artigo da Constituição que veda aos militares o “direito à sindicalização e à greve”. Ele está impedido pela Justiça de transformar sua Associação num Sindicato, mas desde logo avisa a quem interessar possa: a PM não aceitará, em hipótese nenhuma, ganhar menos que a Polícia Civil.

Adeus > Michel Temer viajou ontem para Lisboa, a fim de participar do velório e sepultamento do ex-presidente Mário Soares, em companhia do ex-senador José Sarney e do ministro Gilmar Mendes. Este último, presidente do TSE, atualizou o peemedebista sobre o processo que pede a cassação da chapa Dilma/Temer.

Medo > A reitora da UFRPE, Maria José de Senna, ordenou que fossem retirados os caixas eletrônicos que existem no local temendo que a Universidade seja um dos próximos alvos das explosões.

Presença > Geraldo Júlio (PSB) confirmou sua participação no seminário que o TCE realizará hoje, a partir das 8h30, sobre gestão pública, tendo como público alvo os 184 prefeitos pernambucanos.

Jucepe > Chama-se Taciana Coutinho Bravo, e não Camila, que saiu erroneamente publicado, o nome da nova presidente da Junta Comercial de Pernambuco que substituiu Terezinha Nunes (PSDB).

Revés > Ângelo Ferreira (PSB), novo prefeito de Sertânia, pediu ao Banco do Brasil, uma semana antes de sua posse, que bloqueasse os cheques assinados pelo ex-prefeito Guga Lins (PSDB). Mas a gerência local indeferiu seu pedido porque o mandato do antecessor só se encerraria em 31/12.

Verde > Raquel Lyra (PSDB), nova prefeita de Caruaru, confiou a área de meio ambiente e sustentabilidade de sua gestão ao ex-vereador Diogo Cantarelli, que deverá se inspirar nos dois ex-prefeitos que mais arborizaram a “capital do agreste” nos últimos 70 anos: Celso Galvão e Henrique Pinto.

À luta > Autorizado pelo deputado Ossésio Silva, um dos líderes regionais do PRB, o partido vai concorrer à prefeitura de Ipojuca com chapa própria. O candidato será o empresário Arlindo Capitani, conhecido como “Gaúcho”. Ele já queria concorrer em 2016 mas foi convencido pelo senador Armando Monteiro a apoiar Romero Sales (PTB) em nome da unidade das oposições. Sales ganhou mas não levou porque a Justiça anulou a eleição.

Veja também

Grávida, Meghan Markle não acompanhará Harry ao funeral do príncipe Philip
Realeza

Grávida, Meghan Markle não acompanhará Harry ao funeral do príncipe Philip

Brasil registra 2.616 óbitos por Covid-19 em 24h e total de mortes já ultrapassa 350 mil
Coronavírus

Brasil registra 2.616 óbitos por Covid-19 em 24h e total de mortes já ultrapassa 350 mil