Ruas do Recife reúnem 50 mil pessoas, segundo manifestantes

A polícia não divulgou estimativa

Passeata da greve pela educaçãoPasseata da greve pela educação - Foto: Kleyvson Santos/Folha de Pernambuco

Às 19h, uma multidão ainda caminhava na avenida Conde da Boa Vista, no centro da capital de Pernambuco, em protesto contra os cortes de recursos na Educação.

De acordo com os organizadores, o movimento chegou a ter cerca de 50 mil pessoas. A polícia não divulgou estimativa. Três trios elétricos espalhados puxaram palavras de ordem contra o governo e o presidente Jair Bolsonaro.

O pastor evangélico Kinno Cerqueira, 26, que faz mestrado em teologia com a bolsa Capes do governo Federal, disse que a manifestação desta quarta foi a de maior presença de jovens. "Isso é um sinal de que as consciências estão sendo despertadas para a realidade caótica para a qual o Brasil caminha."

Leia também:
UNE convoca novo megaprotesto contra cortes na educação para o dia 30
Passeata contra cortes na educação toma o Centro do Recife

Sem essa bolsa, ele disse que não conseguiria estudar. "Amigos meus que planejavam fazer o mestrado neste não estão arrefecidos. Minha bolsa iria ficar disponível para outra pessoa, agora ela vai sumir."

Para ele, a bancada política evangélica é motivo de "vergonha nacional". "Eles usam a linguagem religiosa para fins de alienação. Jesus propõe amor, Bolsonaro tem como carro chefe o ódio."

Veja também

Assista ao vivo à cerimônia de posse de Joe Biden e Kamala Harris
Estados Unidos

Assista ao vivo à cerimônia de posse de Joe Biden e Kamala Harris

Recusar a vacinação pode levar à demissão por justa causa? Saiba o que dizem os especialistas
Coronavírus

Recusar a vacinação pode levar à demissão por justa causa? Saiba o que dizem os especialistas