Guerra na Ucrânia

Rússia acusa Ucrânia de bombardear aldeia e ferir dois civis

O ataque deixou dois civis feridos e danificou várias casas

governador da região russa de Belgorod, fronteiriça com a Ucrânia, acusou Kiev de ter bombardeado uma aldeiagovernador da região russa de Belgorod, fronteiriça com a Ucrânia, acusou Kiev de ter bombardeado uma aldeia - Foto: SERGEY BOBOK / AFP

O governador da região russa de Belgorod, fronteiriça com a Ucrânia, acusou nesta segunda-feira (25) à noite Kiev de ter bombardeado uma aldeia,  afirmou que o ataque deixou dois civis feridos e danificou várias casas.

"Uma aldeia foi alvo de tiros (...) Sabemos que há civis feridos. Por enquanto são dois: um homem ferido na mão e uma mulher, no pescoço", disse Viacheslav Gladkov no Telegram, acrescentando que os tiros foram direcionados ao aldeia de Juravliovka.

"Algumas ambulâncias já chegaram ao local. Há duas casas que foram parcialmente destruídas", continuou Gladkov.

A Rússia acusou repetidamente as forças ucranianas de realizar ataques em território russo, especificamente contra duas aldeias na região de Belgorod e uma aldeia na região de Briansk, em meados de abril.

Veja também

HIV: nova injeção duas vezes ao ano previne em 100% a infecção; entenda se é uma vacina
Saúde

HIV: nova injeção duas vezes ao ano previne em 100% a infecção; entenda se é uma vacina

IFPE oferece 150 vagas em curso gratuito de especialização em docência; saiba quem pode participar
qualificação

IFPE oferece 150 vagas em curso gratuito de especialização em docência; saiba quem pode participar

Newsletter