guerra na ucrânia

Rússia adverte sobre possível "ato subversivo" da Ucrânia na central nuclear de Zaporizhzhia

Segundo Kiev, a Rússia posicionou tropas e armamento dentro do complexo

Imagens de satélite da usina nuclear de Zaporizhzhia, na UcrâniaImagens de satélite da usina nuclear de Zaporizhzhia, na Ucrânia - Foto: Handout / Maxar Technologies / AFP

O Kremlin alertou, nesta quarta-feira (5), sobre um possível "ato subversivo" por parte de Kiev com "consequências catastróficas" na central nuclear de Zaporizhzhia, controlada pela Rússia no sul da Ucrânia e objeto de uma troca de transmissão de ambos os lados.

"A situação está muito tensa, porque o risco de um ato subversivo por parte do regime de Kiev é muito elevado. Um ato subversivo que pode ter consequências catastróficas", declarou o porta-voz da presidência russa, Dmitri Peskov, aos jornalistas.

"É necessário tomar todas as medidas para combater esta ameaça", acrescentou Peskov, que acusou Kiev de ter demonstrado em "múltiplas ocasiões" que está "disposta a tudo".

Na terça-feira (4), o presidente ucraniano, Volodimir Zelensky foi quem avisou, em uma conversa por telefone com seu homólogo francês, Emmanuel Macron, que os russos estão preparando "provocações perigosas" na central nuclear.

Ao mesmo tempo, o Exército ucraniano afirmou na terça-feira que "objetos parecidos com coletores explosivos" foram colocados "no teto externo dos reatores 3 e 4" e que sua detonação deveria "dar a impressão de bombardeios do lado ucraniano".

Nas últimas semanas, Kiev e Moscou negociaram sobre colocar em risco a segurança da central, enquanto as tropas ucranianas prosseguem com a contraofensiva para tentar recuperar o território ocupado pela Rússia.

Capturada pelo Exército Russo em 4 de março de 2022, a maior central nuclear da Europa foi alvo de disparos e desconectada da rede elétrica em várias ocasiões.

Segundo Kiev, a Rússia posicionou tropas e armamento dentro do complexo.

A destruição da represa de Kakhovka em junho, localizada em uma área do sul ocupada pela Rússia, gerou temores em relação à central, que utiliza a água deste reservatório para resfriar seus seis reatores.

Veja também

Cachorro mais alto do mundo é reconhecido pelo "Guinness"; veja altura e imagens
FOLHA PET

Cachorro mais alto do mundo é reconhecido pelo "Guinness"; veja altura e imagens

Deslizamento de terra deixa seis mortos em zona turística do Equador
Tragédia

Deslizamento de terra deixa seis mortos em zona turística do Equador

Newsletter