Guerra na Ucrânia

Rússia anuncia que 1.730 militares ucranianos de Azovstal se renderam durante a semana

A Ucrânia informou que buscará uma troca de prisioneiros, mas que Moscou não deu uma resposta definitiva sobre a questão

Soldados ucranianos rendidos em território dominado pela RússiaSoldados ucranianos rendidos em território dominado pela Rússia - Foto: Handout / Russian Defence Ministry / AFP

O ministério da Defesa da Rússia informou nesta quinta-feira que 1.730 militares ucranianos se renderam durante a semana na siderúrgica Azovstal, último reduto de resistência no porto de Mariupol, sudeste da Ucrânia.

"Nas últimas 24 horas, 771 combatentes do regimento nacionalista de Azov se renderam", afirmou o ministério no relatório diário sobre o conflito. 

"No total, desde 16 de maio, 1.730 combatentes se renderam, incluindo 80 feridos", acrescenta a nota.

O ministério divulgou um vídeo que mostra soldados saindo da usina, alguns visivelmente feridos e outros utilizando muletas. Soldados russos os revistam e inspecionam suas mochilas.

O ministério afirmou que os soldados feridos foram levados para um hospital em território controlado pela Rússia no leste da Ucrânia.

A Ucrânia informou que buscará uma troca de prisioneiros, mas que Moscou não deu uma resposta definitiva sobre a questão.

Veja também

Mulher dá a luz em banheiro do Shopping Recife, na Zona Sul da capital pernambucana
Parto

Mulher dá a luz em banheiro do Shopping Recife, na Zona Sul da capital pernambucana

Trump diz que sua casa na Flórida foi alvo de buscas do FBI
EUA

Trump diz que sua casa na Flórida foi alvo de buscas do FBI