Ucrânia e Rússia

Rússia diz que perdeu 498 soldados na Ucrânia, o primeiro balanço desde a invasão

Segundo o porta-voz russo, as baixas dos "militares e nacionalistas ucranianos" chegam a "2.870 mortos e cerca de 3.700 feridos"

Porta-voz do Ministério da Defesa da Rússia, Igor Konashenkov, em briefing sobre a situação do exército russoPorta-voz do Ministério da Defesa da Rússia, Igor Konashenkov, em briefing sobre a situação do exército russo - Foto: Russian Defence Ministry / AFP

A Rússia anunciou nesta quarta-feira (2) seu primeiro balanço de militares russos mortos na ofensiva contra a Ucrânia, informando a morte de 498 de seus soldados e especificando que outros 1.597 ficaram feridos.

"Infelizmente [...] tivemos perdas. 498 militares russos morreram [...] 1.597 de nossos camaradas ficaram feridos" durante as operações militares russas que começaram em 24 de fevereiro, disse o porta-voz do Exército, Igor Konashenkov, em imagens divulgadas na televisão pública russa.

"As famílias dos falecidos recebem toda a ajuda possível", acrescentou.

Segundo o porta-voz russo, as baixas dos "militares e nacionalistas ucranianos" chegam a "2.870 mortos e cerca de 3.700 feridos".

Veja também

Fechamento da Télam prejudicaria direito de argentinos à informação
Télam

Fechamento da Télam prejudicaria direito de argentinos à informação

Moda da Hermès desafía todos os elementos
Moda

Moda da Hermès desafía todos os elementos