Armas Químicas

Rússia 'pagará alto preço se usar armas químicas' na Ucrânia, afirma Biden

O Ocidente está preocupado com o possível uso de armas químicas por Moscou

O presidente Joe Biden anuncia novas ações econômicas contra a Rússia na Sala Roosevelt na Casa Branca em 11 de março de 2022 em Washington, DCO presidente Joe Biden anuncia novas ações econômicas contra a Rússia na Sala Roosevelt na Casa Branca em 11 de março de 2022 em Washington, DC - Foto: Chip Somodevilla / Getty Images North America / Getty Images AFP

A Rússia "pagará um alto preço se usar armas químicas" na Ucrânia, alertou o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, durante um discurso na Casa Branca nesta sexta-feira (11).

O presidente se recusou a discutir com a imprensa qualquer informação que a inteligência americana tenha sobre o assunto. 

Os americanos suspeitam que os russos estejam espalhando "mentiras" para "acusar os outros do que eles próprios planejam fazer".

O Ocidente está preocupado com o possível uso de armas químicas por Moscou após a invasão da Ucrânia iniciada em 24 de fevereiro. 

Por sua vez, a Rússia acusa Washington e Kiev de administrar laboratórios destinados a produzir armas biológicas no país, o que foi negado por ambas as capitais, e uma reunião do Conselho de Segurança da ONU sobre o assunto foi marcada para esta sexta-feira (11).

"Vamos garantir que a Ucrânia tenha as armas para se defender do invasor russo", enfatizou Biden depois que o presidente ucraniano Volodimir Zelensky, em uma mensagem transmitida por muitos legisladores dos EUA, lamentou a recusa de Washington em permitir que Kiev receba aviões de guerra poloneses. 

Nesse sentido, Biden argumentou que os Estados Unidos já haviam fornecido armas antitanque e sistemas de defesa capazes de abater aviões e helicópteros.

Ele novamente apontou que "não vamos travar uma guerra contra a Rússia na Ucrânia". No entanto, afirmou que "já sabemos que a guerra de (Vladimir) Putin contra a Ucrânia nunca será uma vitória."

Além disso, Biden prometeu "receber refugiados ucranianos" nos Estados Unidos "de braços abertos", sem dar detalhes.

Veja também

Dia Nacional do Diabetes: pacientes buscam qualidade de vida
saúde

Dia Nacional do Diabetes: pacientes buscam qualidade de vida

Ministro da Justiça diz que não conversou com Bolsonaro sobre investigação da PF em viagem aos EUA
Política

Ministro da Justiça diz que não conversou com Bolsonaro sobre investigação da PF em viagem aos EUA