Espaço

Rússia retoma turismo espacial com envio de multimilionário japonês

É a primeira viagem turística para a Estação Espacial Internacional desde 2009

Yusaku Maezeva é um dos homens mais ricos do Japão Yusaku Maezeva é um dos homens mais ricos do Japão  - Foto: Kirill Kudrayvtsev/POOL/AFP

A Rússia enviou, nesta quarta-feira (8), o multimilionário japonês Yusaku Maezeva e seu assistente Yozo Hiramo para a Estação Espacial Internacional (EEI), voltando a promover o turismo espacial depois de 12 anos.

Como estava previsto, a Soyuz MS-20 partiu do cosmódromo de Baikonour, com os dois turistas e o comandante da nave, o cosmonauta Alexandr Misurkin. Pouco minutos depois, a nave separou-se do foguete de propulsão e continuou o voo até à estação orbital.

Trata-se da primeira vez que dois turistas viajam na mesma nave espacial para a EEI desde 2009, quando o canadense Guy Laliberté, fundador do Cirque du Soleil, entrou pela última vez na estação orbital. Maezawa, 46 anos, e Hirano ficarão 12 dias na estação.

O assistente do empresário, que é o trigésimo homem mais rico do Japão segundo a lista da Forbes, vai filmar a aventura de Maezawa, que contará as suas impressões no espaço em seu canal privado no YouTube.


A nave irá acoplar ao módulo Poisk, da EEI da Rússia, depois de completar quatro órbitas e seis horas de voo. A bordo seguem também 162 quilos de carga, entre materiais para experiências, produtos de higiene, alimentos e 13 quilos de frutas frescas, além de cartas e presentes de amigos e familiares para os que já habitam a EEI.

Duas horas após acoplar, os portões serão abertos e os três tripulantes serão recebidos pelos atuais inquilinos da plataforma orbital internacional, os cosmonautas Anton Skaplerov e Piotr Dubrov, os astronautas da Nasa Mark Vande Hei, Raja Chari, Tom Marshburn e Kayla Barron, bem como o da Agência Espacial Europeia (ESA), Matthias Maurer.

O empresário japonês e o assistente começaram a treinar para voar no verão. "Treinamos durante 100 dias", afirmou Maezawa, nesta terça-feira (7), em entrevista coletiva, acrescentando que terá "100 tarefas" na plataforma orbital, cujo cumprimento irá comunicando ao público no YouTube.

Maezawa disse que a primeira coisa que fará a bordo da ISS é "ir à casa de banho". "O voo vai ser muito longo e é com certeza a primeira coisa que quereremos fazer", contou.

 

Veja também

Texto da Igreja Universal diz que é incompatível ser cristão e votar em candidatos de esquerdaPolítica

Texto da Igreja Universal diz que é incompatível ser cristão e votar em candidatos de esquerda

UFPE adia aulas presenciais para fevereiroEducação

UFPE adia aulas presenciais para fevereiro