Vida Plena

Saber lidar com as emoções nos momentos de pressão ajuda a manter bom rendimento

Controlar o nervosimo ajuda a obter um bom rendimento das tarefas em momentos decisivos. Veja quais são os pontos-chave

Letícia Moura priorizou cuidado com o bem-estar da mente para se sair bem no EnemLetícia Moura priorizou cuidado com o bem-estar da mente para se sair bem no Enem - Foto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

Ansiedade e nervosismo formam uma dupla de vilões que atrapalham as pessoas, principalmente em situações de grande pressão psicológica, como uma prova, uma entrevista de emprego ou uma apresentação. Estar atento aos estímulos negativos que surgem nessas horas é fundamental para assegurar um bom rendimento na tarefa a ser realizada.

A preocupação com a saúde mental ganha destaque maior no mês de janeiro por conta da campanha Janeiro Branco, que chama a atenção para o tema, e este ano coincide com a realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que já começou a ser realizado ontem no País. Responsável por praticamente definir o futuro dos estudantes, a prova costuma tirar o sono dos participantes.

(PODCAST) Canal Saúde - Janeiro branco: o mês para cuidarmos da saúde mental

Folha de Pernambuco · 12.01.21 - Canal Saúde - Janeiro branco: o mês para cuidarmos da saúde mental

A neuropsicopedagoga Andréa Negreiros explica que é natural passar por estresse e se sentir pressionado quando há em jogo um ano inteiro de investimentos e expectativas, mas que é preciso aprender a manejar todos esses sentimentos que são despertados. "Lidar com tais situações envolve questões relacionadas ao ambiente social, equilíbrio emocional, manejo do estresse, mas, também, os estímulos cerebrais certos", destacou Andréa. "Se conhecer melhor e treinar o cérebro ajuda prevenir a ansiedade, diminui os lapsos de memória, os famosos brancos, e até mesmo fobias, pânicos e a depressão", complementou a profissional.

Esperando por esse momento desde o primeiro ano do Ensino Médio, a estudante Letícia Moura, de 17 anos, que vem se preparando desde então, contou que o ano atípico de 2020 reforçou a importância de priorizar o bem-estar da mente nessa reta final. "Eu venho de uma longa preparação para a prova, mas acredito que, nessa reta final, o cuidado maior deve ser com a mente, porque ela precisa estar bem e conservada, até mesmo para uma melhor rotina de estudos", disse Letícia. Para manter o foco, a jovem tem apostado na disciplina para cumprir as metas que ela mesma tem estipulado. “Isso tem me ajudado com os meus horários de estudar e de realizar outras atividades.”

Letícia Moura priorizou cuidado com o bem-estar da mente para se sair bem no Enem

Outra que também está diante de um momento decisivo é Maria Eduarda, de 17 anos. Também concluinte do Ensino Médio, ela conta que para manter a concentração tem pensado muito no que quer para o seu futuro. “Eu penso no que eu quero fazer depois da prova, como se ela fosse apenas uma etapa para que eu possa chegar onde eu quero”, pontuou Maria.

Para não deixar que o nervosismo atrapalhe no momento decisivo nem que as horas dedicadas aos estudos durante o ano inteiro tenham sido em vão, a neuropsicopedagoga Andréa Negreiros indica que o estudante adote uma rotina mais saudável e equilibrada, que inclua uma boa alimentação, uma variedade de atividades, como jogos e esportes, atividade física, neuróbicas, além de uma agenda bem distribuída. “O estudante precisa fazer tudo, mas não pode esquecer o descanso. É crucial manter uma rotina de boas noites de sono e estimular a autoestima para, além de aprender os conteúdos, ter autoconfiança na hora da prova. Um cérebro bem preparado no aspecto cognitivo e emocional trará bons resultados a qualquer aluno”, concluiu Andréa.

janeiro branco

#vidaplenajaymedafonte

Veja também

FDA permite armazenar vacinas anticovid da Pfizer a temperatura normal de congeladores
Vacina

FDA permite armazenar vacinas anticovid da Pfizer a temperatura normal de congeladores

'Brasil vai mergulhar no caos em duas semanas por causa da Covid-19', diz governador da Bahia
Pressão

'Brasil vai mergulhar no caos em duas semanas por causa da Covid-19', diz governador da Bahia