Saburido celebra missa do Domingo de Ramos com fiéis a distância

A pandemia do novo coronavírus também afetou o calendário dos religiosos, que só poderão acompanhar as cerimônias através de transmissões ao vivo

Dom Fernando Saburido, arcebispo de Olinda e RecifeDom Fernando Saburido, arcebispo de Olinda e Recife - Foto: Arthur de Souza/ Folha de Pernambuco

A Arquidiocese de Olinda e Recife fará, este ano, a celebração da missa do Domingo de Ramos de uma forma diferente, por causa da pandemia do novo coronavírus. O ato religioso será realizado pelo arcebispo dom Fernando Saburido, neste domingo (5), às 9h, na Catedral de Olinda, sem a presença dos fiéis, que poderão acompanhar ao vivo através da Rádio Olinda AM1030 e da página da arquidiocese no Facebook. A tradicional procissão no domingo que antecede a Páscoa não vai acontecer como medida preventiva.

Leia também:
Apesar de decreto com igrejas como atividade essencial, Arquidiocese mantém suspensão
Arquidiocese divulga novas recomendações para combater coronavírus

Neste período, a tecnologia será forte aliada também dos religiosos. Mesmo sem público presencialmente, toda a programação está mantida: Saburido faz o tradicional rito do Lava-Pés na Quinta-Feira Santa, no dia 9 de abril, às 17h; e na Sexta-feira da Paixão, dia 10 de abril, às 15h, será realizada a liturgia da Paixão e Morte de Jesus. Depois da cerimônia, acontece o passeio em carro aberto pela cidade, mas também sem a presença dos fiéis. No Sábado de Aleluia, dia 11 de abril, às 20h, o arcebispo celebra a Vigília Pascal. Encerrando o calendário de atividades, a cerimônia do Domingo de Páscoa, no dia 12 de abril, será realizada pelo dom às 9h.

Veja também

Fiocruz entrega 2,2 milhões de doses de vacinas contra Covid-19 e promete novo lote na sexta
Vacina

Fiocruz entrega 2,2 milhões de doses de vacinas contra Covid-19 e promete novo lote na sexta

Número de mortes sobe para 361,8 mil no Brasil
Coronavírus

Número de mortes sobe para 361,8 mil no Brasil