Saiba como baixar o título digital para votar

Novidade desta eleição, o e-título, que foi desenvolvido pela Justiça Eleitoral, pode ser baixado gratuitamente na Apple Store e no Google Play até o dia da eleição.

e-Títuloe-Título - Foto: reprodução/FolhaPE

Eleitores que usam os sistemas Android ou IOS em seus smartphones ou tablets - e que tenham feito o cadastramento biométrico - poderão estrear, neste domingo (7), o e-título, aplicativo que substitui o título de eleitor na hora da votação. Novidade desta eleição, o e-título, que foi desenvolvido pela Justiça Eleitoral, pode ser baixado gratuitamente na Apple Store e no Google Play até o dia da eleição.

O documento digital traz dados da zona eleitoral, situação cadastral do eleitor, foto, informações sobre a quitação eleitoral, dados sobre o seu cadastramento biométrico e o endereço de seu local de votação, inclusive com um mapa com geolocalização. Segundo o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), ele também tem um QR Code para a validação na zona eleitoral.

Após baixá-lo em seu dispositivo, o eleitor deve preencher os dados pessoais exatamente como o registrado em cartório eleitoral. "Se houver preenchimento de alguma informação em discordância com aquela lançada no documento original, o sistema não validará o cadastro", diz o TSE em seu site.

Leia também:
Apuração das eleições só estará disponível após as 19h
Saiba quais regras devem ser cumpridas no dia da eleição
Para impedir ataques cibernéticos, TSE faz alterações no site


Caso o eleitor ainda não tenha feito o recadastramento biométrico, o e-título virá sem foto, o que obrigará o eleitor a apresentar outro documento com foto ao mesário.

A exemplo do título de papel, o e-título ficará com os mesários na hora em que o eleitor for votar na urna, pegando o smartphone ou tablet de volta depois - é crime eleitoral entrar junto à urna com qualquer aparelho que registro o voto.

Veja também

Saúde pode iniciar vacinação com Coronavac, imunizante que Bolsonaro afirmava que não seria comprado
Plano de vacinação

Saúde pode iniciar vacinação com Coronavac, imunizante que Bolsonaro afirmava que não seria comprado

Ministério da Saúde enviará 80 cilindros de oxigênio para Manaus
Caos na saúde

Ministério da Saúde enviará 80 cilindros de oxigênio para Manaus