Vacina

Saiba como é o programa de vacinação em países europeus

Diferentemente de seus vizinhos, a França exige uma consulta médica prévia e a assinatura de um termo de consentimento antes de aplicar a injeção

Vacina Oxford-AstraZenecaVacina Oxford-AstraZeneca - Foto: Oli Scarff/AFP

Leia também

• Seis gargalos da vacinação da Europa e por que o Brasil deve se preocupar com eles

• Europa acumula mais de 30 milhões de casos de Covid-19

• África do Sul paga até duas vezes mais por vacina de Oxford do que a Europa

Terceira maior economia da Europa, depois da Alemanha e do Reino Unido, a França está muito atrás no número de pessoas imunizadas contra Covid-19.

Britânicos começaram um mês antes e, a exemplo dos alemães, são fabricantes das vacinas, o que reduz os gargalos que têm afetado vários países. Mas as regras do programa francês também são um entrave.

Diferentemente de seus vizinhos, a França exige uma consulta médica prévia e a assinatura de um termo de consentimento antes de aplicar a injeção.

São barreiras que reduzem a adesão à vacinação mesmo quando não há resistência aos imunizantes, segundo o grupo que aconselha a OMS (Organização Mundial da Saúde) em ciência de comportamento.

No caso da França, a inadequação fica mais grave, porque os franceses estão entre os europeus menos propensos a aceitar a vacinação. De acordo com pesquisa da Ipsos feita em dezembro, só 4 em cada 10 franceses afirmava que tomariam a injeção, contra 8 no Reino Unido e quase 7 na Alemanha.

De forma geral, a vacina contra a Covid-19 é gratuita e opcional em todos os principais países europeus e aplicada de acordo com a ordem de prioridade estabelecida pelos governos. Profissionais de saúde estão no começo da fila em todos, assim como idosos que moram em asilos, mas os diferentes grupos prioritários variam de país para país.

Em nenhuma das nações europeias é possível pagar para tomar a vacina em clínicas particulares, e na maioria é preciso esperar que o sistema de saúde entre em contato para marcar a data da injeção.

Veja quais são as regras em alguns países europeus.

ALEMANHA
Início: 27.dez
Doses aplicadas por 100 habitantes *: 1,6
Quem administra o programa de vacinação: estados federais
Quem está no primeiro grupo: 80 anos ou mais, idosos em asilos e funcionários, profissionais de saúde expostos a maior risco
Como ser vacinado: governo entra em contato quando chega a vez de tomar a vacina. Para evitar filas, é feito agendamento por telefone ou online

REINO UNIDO
Início: 20.dez
Doses aplicadas por 100 habitantes *: 7,5
Quem administra o programa de vacinação: sistemas nacionais de Inglaterra, Escócia, Gales e Irlanda do Norte (informações abaixo são do programa inglês)
Quem está no primeiro grupo: 80 anos ou mais, idosos em asilos e funcionários, profissionais de saúde, pessoas clinicamente vulneráveis; nesta semana, o país começou a vacinar o segundo grupo, de 70 anos ou mais
Como ser vacinado: quem não for registrado em uma clínica geral deve se registrar online. O governo entra em contato quando chega a vez de tomar a vacina, e o agendamento é feito online ou por telefone

FRANÇA
Início: 4.jan
Doses aplicadas por 100 habitantes *: 1,06
Quem administra o programa de vacinação: sistema nacional de saúde
Quem está no primeiro grupo: idosos em asilos e funcionários de asilos; a partir desta semana, estava prevista a vacinação de profissionais de saúde, maiores de 75 anos e pessoas clinicamente vulneráveis
Como ser vacinado: é preciso marcar, por telefone ou online, uma consulta médica prévia. Após a consulta é preciso assinar um termo de consentimento, antes de tomar a vacina

ITÁLIA
Início: 27.dez
Doses aplicadas por 100 habitantes *: 2,1
Quem administra o programa de vacinação: Ministério da Saúde
Quem está no primeiro grupo: idosos em asilos e seus cuidadores, profissionais de saúde
Como ser vacinado: governo entra em contato quando chega a vez de tomar a vacina

ESPANHA
Início: 4.jan
Doses aplicadas por 100 habitantes *: 2,2
Quem administra o programa de vacinação: comunidades autônomas
Quem está no primeiro grupo: idosos em asilos e seus cuidadores e profissionais de saúde
Como ser vacinado: governo entra em contato quando chega a vez de tomar a vacina e informa horário e local

PORTUGAL
Início: 27.dez
Doses aplicadas por 100 habitantes *: 1
Quem administra o programa de vacinação: serviço nacional de saúde
Quem está no primeiro grupo: idosos em asilos e seus cuidadores, profissionais de saúde, Forças Armadas, prestadores de serviços críticos, clinicamente vulneráveis acima de 50 anos
Como ser vacinado: governo entra em contato quando chega a vez de tomar a vacina; para evitar filas, há agendamento

BÉLGICA
Início: 27.dez
Doses aplicadas por 100 habitantes *: 1,1
Quem administra o programa de vacinação: regiões federativas
Quem está no primeiro grupo: idosos em asilos e seus cuidadores e profissionais de saúde
Como ser vacinado: grupo prioritário está sendo vacinado nos asilos e nos hospitais; ainda não há definição sobre as etapas seguintes

Fontes: governos nacionais, OurWorldInData * até 20.jan

Veja também

CPRH multa novamente Prefeitura de Ipojuca por lançar esgoto na praia de Porto de Galinhas
Meio ambiente

CPRH multa novamente Prefeitura de Ipojuca por lançar esgoto na praia de Porto de Galinhas

Milhares de vacinas falsas da Covid-19 são confiscadas na China e África do Sul
Coronavírus

Milhares de vacinas falsas da Covid-19 são confiscadas na China e África do Sul