Temperatura baixa

São Paulo registra 3,2ºC e bate recorde de frio dos últimos 17 anos, diz CGE

Ainda na madrugada desta sexta-feira o CGE já tinha registrado um novo recorde de 4ºC

São PauloSão Paulo - Foto: Diogo Moreira/Divulgação Governo de São Paulo

A capital paulista registrou nesta sexta-feira (31) a mínima média de 3,2ºC, a temperatura mais baixa desde 2004, quando o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas) iniciou os registros na cidade.

A mínima absoluta também registrou novo recorde de -3ºC, em Marsilac, no extremo sul de São Paulo. Em Capela do Socorro, também na zona sul, foi registrado -2ºC.

Ainda na madrugada desta sexta-feira o CGE já tinha registrado um novo recorde de 4ºC, como a menor mínima média da capital. O recorde de frio anterior foi registrado na quinta-feira (29), com mínima média de 4,7ºC.

O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) também registrou recorde de frio. Segundo dados da estação meteorológica do Mirante de Santana, na zona norte de São Paulo, a temperatura mínima ao amanhecer desta sexta-feira foi de 4,3°C. Foi menor temperatura dos últimos cinco anos na capital, batendo os registros de quinta-feira (29), quando foi registrado 5,3°C.
 



Previsão para os próximos dias O frio intenso em São Paulo é resultado da passagem de uma massa de ar polar, que começa a enfraquecer e as temperaturas devem apresentar gradativa elevação nos próximos dias, entretanto as madrugadas ainda devem ser geladas, segundo o CGE.

A sexta-feira deve ter sol, que deve diminuir um pouco a sensação de frio, mas as temperaturas não sobem muito com máximas em torno dos 15°C. Os índices de umidade entram em declínio e devem atingir valores próximos aos 40% no período da tarde e não há expectativa de chuva.

O sábado (31) deve apresentar mais uma madrugada gelada, com formação de geadas e termômetros oscilando em torno dos 6°C. No decorrer do dia o sol aparece e deve elevar as temperaturas, com máxima de 17ºC.

Veja também

Biden pede que americanos enfrentem 'lobby das armas'
Estados Unidos

Biden pede que americanos enfrentem 'lobby das armas'

China enfrenta novas denúncias de abusos, durante visita de comissária da ONU
Repressão a uigures

China enfrenta novas denúncias de abusos, durante visita de comissária da ONU