Sargento do Exército é assassinado em Nova Iguaçu

O crime aconteceu na madrugada deste domingo (26), em Nova Iguaçu, Região Metropolitana do Rio de Janeiro

De acordo com nota do Comando Militar do Leste, o soldado morto estava afastado de suas funções desde 2017De acordo com nota do Comando Militar do Leste, o soldado morto estava afastado de suas funções desde 2017 - Foto: Wikipédia

O segundo sargento Gilson Alberto de Souza Amaral foi assassinado a tiros na madrugada deste domingo (26) no bairro de Austin, em Nova Iguaçu, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Por meio de nota, a Polícia Militar confirmou que foi acionada por volta de 3h30 para verificar a ocorrência. Os policiais militares acionaram a Polícia Civil, que iniciou um processo de investigação e identificou a vítima. Segundo a assessoria de imprensa da polícia, a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense descartou a hipótese de que o crime tenha sido um latrocínio - roubo seguido de morte.

Leia também:
Para comandante do Exército, 'aparentemente' só militares se dedicam ao Rio
Morre segundo militar do Exército em operação na zona norte do Rio

Ao identificar a vítima, a Polícia Civil informou também que o militar foi preso recentemente em flagrante por porte de arma de fogo de uso restrito. O Comando Militar do Leste emitiu uma nota lamentando a morte do sargento e informando que ele estava afastado de todas as suas funções desde março de 2017, para realização de tratamentos de saúde.

 

Veja também

Aos 81 anos, Mãe Celeste morre vítima da Covid-19
Luto

Aos 81 anos, Mãe Celeste morre vítima da Covid-19

Em pacote de medidas sobre o clima, Biden mira indústria de gás e petróleo
EUA

Em pacote de medidas sobre o clima, Biden mira indústria de gás e petróleo