Saúde cancela testagem rápida das hepatites B e C por conta das chuvas

Ação ocorreria na manhã desta sexta-feira (28), no Pátio do Carmo, Centro do Recife

Hepatites virais: ação no Pátio do Carmo canceladaHepatites virais: ação no Pátio do Carmo cancelada - Foto: Peu Ricardo/ Arquivo Folha de Pernambuco

Devido às fortes chuvas que caem na Região Metropolitana do Recife (RMR), foi cancelada a testagem rápida das hepatites B e C, que ocorreria na manhã desta sexta-feira (28), no Pátio do Carmo, Centro do Recife.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) ressalta que irá remarcar a ação e que, de rotina, a população encontra os testes em postos de saúde e Centros de Testagem e Aconselhamento (CTAs).

Leia também:
Ministério da Saúde oferecerá novo tratamento contra hepatite C
Hospital Miguel Arraes realiza teste rápido para hepatites nesta sexta 

Doença
A hepatite é uma doença silenciosa que ocasiona inflamação no fígado e pode ser causada por vírus e pelo abuso de medicamentos, álcool e outras drogas. A enfermidade pode ser transmitida pelo contato com sangue contaminado ou sexo sem proteção. Em 2016, Pernambuco confirmou cerca de 160 casos de hepatite B e outros 160 de hepatite C.

A hepatite B é o tipo mais comum, sendo 90% dos casos curáveis pelo próprio organismo. A principal forma de contágio é pela relação sexual sem preservativos, pelo sangue – compartilhamento de objetos perfurocortantes – ou é passada da mão para o filho durante a gravidez (congênita).

A hepatite B tem vacina disponível no calendário vacinal para toda a população. O esquema é feito em três doses: a segunda dose deve ser aplicada 30 dias após a primeira e, a terceira, seis meses após a primeira.Todo recém-nascido deve receber a primeira dose logo após o nascimento, preferencialmente nas primeiras 12 horas de vida. Se a gestante tiver hepatite B, o recém-nascido deverá receber, além da vacina, a imunoglobulina contra a hepatite B, nas primeiras 12 horas de vida, para evitar a transmissão de mãe para filho.

Já a hepatite C é prioritariamente transmitida pelo contato com sangue contaminado, vias sexuais e transmissão vertical (da mãe para o bebê). Ainda não há vacina para essa patologia.

Veja também

Amazonas receberá cota extra de vacinas para frear pandemia
Coronavírus

Amazonas receberá cota extra de vacinas para frear pandemia

Avião com doses da vacina de Oxford, produzida na Índia, chega ao Rio
Coronavírus

Avião com doses da vacina de Oxford, produzida na Índia, chega ao Rio