Alerta Bike

SDS-PE lança iniciativa para combater comércio ilegal, roubos e furtos de bicicletas

Lançamento do programa Alerta Bike.Lançamento do programa Alerta Bike. - Foto: Alexandre Aroeira / Folha de Pernambuco

A Secretaria de Defesa Social de Pernambuco lançou, nesta quarta-feira (30), o programa Alerta Bike, iniciativa que visa combater o comércio ilegal, roubos e furtos de bicicletas através da tecnologia. Os cidadãos cadastram informações sobre suas bicicletas, que podem ser recuperadas por meio dos dados registrados no sistema. O programa se assemelha ao Alerta Celular, criado em 2017.

Estavam presentes na coletiva de lançamento o secretário de Defesa Social, Humberto Freire, o Chefe da Polícia Civil de Pernambuco, Nehemias Falcão, o Cel. PM Fernando Aníbal, subcomandante Geral da PMPE, e o gerente da Gerência de Análise Criminal e Estatística (GACE), tenente-coronel Jonas Moreno.

Atualmente, o Recife possui 150 km de malha cicloviária, entre ciclovias, ciclofaixas e ciclorrotas. “A bicicleta vem cada vez mais sendo usada por ser um meio de energia limpa, contribuir para a melhoria do fluxo das cidades e trazer benefícios para a saúde. Recife tem aumentado expressivamente, nos últimos anos, a sua rede de ciclovias. A segurança pública caminhando junto desse movimento de maior uso de bicicletas também está fazendo a sua parte lançando esse programa Alerta Bike e, com isso, esperamos ter um êxito similar ao Alerta Celular, que já funciona com sucesso há alguns anos”, destaca o secretário de Defesa Social, Humberto Freire.

“Para esse programa dar certo, há dois fatores decisivos: cadastrar sua bicicleta, ampliando nossa base de dados, e jamais adquirir produtos sem nota fiscal ou origem desconhecida”, alerta o gestor da pasta.

De 2017 até maio deste ano, houve um aumento de 19% nos roubos e furtos de bicicletas, segundo o Governo de Pernambuco. Nos primeiros cinco meses deste ano, foram realizados 1.295 boletins de ocorrência indicando esses delitos.

“No Recife, segundo a Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU), circulam cerca de 4.000 a 6.000 ciclistas e dessa quantidade, 77% são trabalhadores, que promovem e estimulam esse modal que é o futuro. A pandemia também aumentou o número de viagens de ciclistas e isso tudo vem montando uma conjuntura de que precisamos fazer alguma coisa para gerar mais segurança e reduzir esses números de roubo e furto de bicicletas”, pontua o tenente-coronel Jonas Moreno, gerente da Gerência de Análise Criminal e Estatística (GACE) da Secretaria de Defesa Social (SDS) e responsável pela implementação do programa.

Para cadastrar os dados da bicicleta, o usuário deve acessar o site:www.alerta.sds.pe.gov.br e fazer o cadastro do login e da senha. Na sequência, a ferramenta solicita os dados da bicicleta como: marca, tipo, aro, cor e chassi. Essa numeração pode ser encontrada, por exemplo, abaixo da caixa do movimento central, próximo à gancheira e do cubo da roda traseira, perto da braçadeira do selim, e/ou na parte frontal do quadro da bicicleta. Caso a pessoa seja furtada ou roubada, ela entra no site e clica no botão de alerta. O usuário também pode incluir uma foto ao lado do bem.

Esse conjunto de informações fica disponível na plataforma de consulta dos policiais. Em uma averiguação, o policial irá checar se a bicicleta é roubada e, quando for o caso, fará a prisão do criminoso e o resgate do veículo. Além do registro no site, o cidadão deve prestar um boletim de ocorrência virtual ou ir em uma delegacia, caso o B.O não seja realizado até 48 horas após o registro no site, automaticamente, o sistema retira o sinal de alerta.

Veja também

Marcha para Jesus reúne milhares no centro do Rio de Janeiro
Religião

Marcha para Jesus reúne milhares no centro do Rio de Janeiro

MEC altera prazo para confirmação de informações do Prouni
Educação

MEC altera prazo para confirmação de informações do Prouni