SDS quer oito equipes policiais para elucidar assassinatos

Secretário Angelo Gioia será entrevistado ao vivo na Rádio Folha FM 96,7

doutor sonodoutor sono - Foto: Reprodução/ Adorocinema

 

Na mesma linha do que anunciou em seus primeiros minutos como secretário de Defesa Social, no último dia 7, Angelo Gioia defendeu na terça-feira (18), em entrevistas à imprensa, a necessidade de aprimorar as investigações policiais aliada a uma presença maior do efetivo nas ruas. Ele afirmou que haverá equipes focadas em elucidar assassinatos, inclusive com o reforço de outros setores, como o Grupo de Operações Especiais (GOE), ao trabalho do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

“Do ponto de vista estratégico, em uma semana, estamos colocando pelo menos oito equipes apenas para cuidar de investigação de homicídios, focando na ação de homicídios mediante paga, que é uma grande preocupação, a ação de milícias”, disse à TV Globo. Nesta quarta-feira (19), às 13h, o secretário será entrevistado ao vivo na Rádio Folha FM 96,7.

Gioia também declarou que, para aumentar a sensação de segurança, pretende deslocar policiais que, atualmente, estão em funções administrativas de volta à sua atividade-fim. “O governador autorizou a contratação de policiais aposentados para funções administrativas, para liberar a força policial para a atividade-fim”, informou, citando, ainda, que concursos para 1,2 mil novos soldados da PM e mil da Polícia Civil estão em andamento. O gestor mencionou também a intenção de que policiais que participam de grupos especiais sejam capacitados fora do País.

Ônibus e bancos

Uma maior presença de policiais nas ruas e uma investigação qualificada devem ajudar, na opinião do secretário, a conter crimes contra bancos e praticados em ônibus, que vêm tirando o sono da população em todo o Estado. “Precisamos aumentar a ostensividade? Sim, mas precisamos investigar e prender. O criminoso precisa ter a percepção de que será alcançado. Isso tende a inibir a ação”. Já no que diz respeito aos servidores, Gioia informou que a secretaria está investindo na troca de viaturas e na compra de armas e que, no caso da Polícia Civil, determinou um levantamento das demandas.

 

Veja também

Alemanha fecha restaurantes, setor cultural e de lazer a partir segunda-feira
Coronavírus

Alemanha fecha restaurantes, setor cultural e de lazer a partir segunda-feira

DNA das populações da África é mapeado com riqueza inédita
Novo estudo

DNA das populações da África é mapeado com riqueza inédita