Secretaria de Saúde descarta supostos casos de febre amarela em Pernambuco

Exames laboratoriais apresentam resultado negativo para a doença

Fabricação de vacina contra febre amarelaFabricação de vacina contra febre amarela - Foto: Divulgação/Fiocruz

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) descartou, na manhã desta terça-feira (23), a suspeita de febre amarela em uma paciente de 37 anos, notificada no último dia 7 de janeiro, em Pernambuco. De acordo com a SES, os resultados dos exames laboratoriais (PCR e IgM) deram negativo para a doença. Outro suposto caso de febre amarela, em um paciente de 54 anos, residente no Distrito Federal, notificado no dia 16 de janeiro, também foi descartado pelo Ministério da Saúde e a Secretaria Estadual de Saúde, por não se enquadrar nos protocolos para um caso suspeito e o paciente ser vacinado.

Leia também:
Macaco morto por febre amarela fecha zoológico e Jardim Botânico de SP
OMS vem ao Brasil acompanhar fracionamento da vacina contra febre amarela
Sobe para seis número de mortes por febre amarela no estado do Rio

"Ambos tiveram apenas quadro febril e sintomas brandos, como dores na cabeça e no corpo, e o segundo já havia sido vacinado. De acordo com os critérios da Organização Mundial de Saúde e do Ministério da Saúde - reproduzidos em Pernambuco -, para se enquadrar como caso suspeito, o paciente, além da febre e ter residência ou passado por área de risco, precisa apresentar icterícia e/ou manifestação hemorrágicas e não ser vacinado ou ter vacina status vacinal ignorado - o que não ocorreu nos dois casos", diz nota da SES.

Veja também

Antes de colocar a cara no sol, proteja-se
Vida Plena

Antes de colocar a cara no sol, proteja-se

Tratamento dentário em crianças diminui até 89% na pandemia
Saúde

Tratamento dentário em crianças diminui até 89% na pandemia