Secult-PE e Fundarpe anunciam pagamento dos artistas contratados no Carnaval

Divulgação foi realizada nesta terça-feira (21), em coletiva on-line do Governo do Estado sobre o enfrentamento à pandemia do novo coronavírus

Carnaval do Recife 2020Carnaval do Recife 2020 - Foto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco

O secretário de Cultura do Estado de Pernambuco, Gilberto Freyre Neto, anunciou que a pasta, junto a Fundarpe, irão iniciar o pagamento aos artistas contratados no período carnavalesco.

A divulgação foi realizada nesta terça-feira (21), em coletiva on-line do Governo do Estado sobre o enfrentamento à pandemia do novo coronavírus. A iniciativa é destinada aos artistas e equipe técnica de som, de luz, produção, roodies, carregadores, motoristas e demais auxiliares. "A medida compreende a complexidade pela manutenção das atividades culturais", afirmou o secretário de Cultura.

Leia também:
UBC e Spotify lançam fundo para músicos afetados pelo Coronavírus no Brasil
Filmes de pandemia ensinam o que não fazer em casos como o do coronavírus

O pagamento, de cerca de R$ 3 milhões, inicia nesta terça-feira (21). Esse é o valor corresponde à metade do que foi investido no ciclo carnavalesco. O restante dos cachês será quitado até o dia 30 de maio.

Ao todo, essa primeira liberação vai beneficiar 334 artistas, bandas e grupos de cultura popular, envolvendo mais de 9 mil pessoas, segundo estimativa da Fundarpe.

“Seguindo a determinação do governador Paulo Câmara, o pagamento das apresentações artísticas vai impactar positivamente a vida desses artistas e dos integrantes dos grupos de cultura justamente no período em que essas pessoas mais precisam. A cadeia produtiva da arte e da cultura está sofrendo essa crise junto com os demais setores e esse anúncio era muito esperado”, conta Gilberto Freyre Neto, secretário de Cultura de Pernambuco.

O presidente da Fundarpe, Marcelo Canuto, reforça o compromisso do Governo de Pernambuco com as inúmeras cadeias de negócio, de serviço e de produtos que foram atingidas com a pandemia da Covid-19. “A prioridade do Governo de Pernambuco permanece sendo destinar recursos para as áreas de Saúde, Assistência Social, Infraestrutura e Segurança, sem deixar de observar áreas estratégicas do setor econômico, como é o caso da Cultura.”


Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

Veja também

Vaticano julga cardeal por escândalo financeiro
Religião

Vaticano julga cardeal por escândalo financeiro

País regrediu 20 anos na educação com pandemia, diz secretário
Educação

País regrediu 20 anos na educação com pandemia, diz secretário