Segunda deve ser com tempo parcialmente nublado na RMR, segundo Apac

A temperatura máxima pode chegar aos 32° C

Céu parcialmente nubladoCéu parcialmente nublado - Foto: Arte FolhaPE

Mais uma semana começando, e nesta segunda-feira (10), a previsão do tempo é de céu parcialmente nublado sem chuva ao longo do dia, na Região Metropolitana do Recife, com temperatura máxima podendo chegar aos 32° C, segundo a Agência Pernambucana de Águas e Climas (Apac).

Já no Agreste pode chover. Segundo informações, a previsão é de chuva no período da tarde e à noite, com a intensidade entre fraca e moderada. A temperatura mínima pode atingir os 20° C na região.

O Sertão recebe chuva com intensidade de moderada a forte, no período da tarde e à noite céu parcialmente nublado a nublado.

Confira a previsão completa:

Região Metropolitana
Parcialmente nublado sem chuva em toda a região ao longo do dia.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 32° Mínima: 23°

Mata Norte
Parcialmente nublado sem chuva em toda a região ao longo do dia.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 32° Mínima: 22°

Mata Sul
Parcialmente nublado sem chuva em toda a região ao longo do dia.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 32° Mínima: 22°

Agreste
Parcialmente nublado com pancadas de chuva de forma isolada no período da tarde e à noite com intensidade fraca a moderada.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 34° Mínima: 20°

Sertão de Pernambuco
Nublado a parcialmente nublado com pancadas de chuva de forma isolada no período da tarde e à noite com intensidade moderada a forte.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 33° Mínima: 21°

Sertão de São Francisco
Nublado a parcialmente nublado com pancadas de chuva de forma isolada no período da tarde e à noite com intensidade moderada a forte.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 33° Mínima: 22°

Veja também

Índia satisfeita com início da campanha de vacinação
Vacina

Índia satisfeita com início da campanha de vacinação

Área técnica da Anvisa recomenda também a aprovação da vacina de Oxford
Saúde

Área técnica da Anvisa recomenda também a aprovação da vacina de Oxford