Segundo navio fica retido em Suape após confirmação de Covid-19 em tripulante

A embarcação ficará em quarentena por 14 dias e paciente segue em isolamento

Segundo navio em quarentena no Porto de SuapeSegundo navio em quarentena no Porto de Suape - Foto: Divulgação/Suape

Mais um navio de bandeira brasileira está em quarentena no Porto de Suape devido a um tripulante que testou positivo para Covid-19. O conteineiro chegou ao terminal marítimo no fim da manhã do último sábado (23) para descarregar 199 contêineres vindos do Porto de Manaus, no estado do Amazonas, sua última parada, e embarcar outros 152.

A embarcação ficará em quarentena por 14 dias no Cais 1 d de Suape, local definido para atracação em casos de coronavírus, sem prejudicar a operação portuária. Esta é a terceira embarcação retida em Pernambuco, desde o início da pandemia. A primeira foi o cruzeiro Silver Shadow, que ficou 14 dias no Porto do Recife, a segunda foi um navio que ficou também em Suape.

Leia também:
Pernambuco bate recorde de pacientes recuperados, neste domingo
Segundo domingo da quarentena tem baixa movimentação no Recife


De acordo com a assessoria de imprensa de Suape, o homem de 42 anos que testou positivo para Covid-19 está isolado em sua cabine no navio desde o dia 16 de maio, quando apresentou quadro de tosse, mas sem febre ou outro sintoma relacionado à Covid-19. No mesmo dia, a equipe médica de bordo fez um teste rápido, cujo resultado foi negativo. Contudo, o tripulante foi mantido em isolamento e, mesmo com a remissão do único sintoma apresentado (tosse), o teste foi repetido anteontem e o resultado desta vez deu positivo.

Ainda segundo nota da assessoria de imprensa, o homem segue em isolamento, estável, assintomático e será monitorado pela Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa). Uma equipe da Anvisa concluiu a inspeção sanitária no navio e verificou que os demais tripulantes não estão com sinais da doença. Assim como no primeiro caso, não houve embarque ou desembarque de tripulação, nem contato com os trabalhadores portuários locais. O conteineiro, com 21 tripulantes, só poderá operar após terminar o período da quarenta se nenhuma outra pessoa apresentar suspeita da doença.

A outra embarcação de bandeira brasileira que estava em quarentena no Porto de Suape desde o dia 11 de maio, após um tripulante apresentar sintomas da Covid-19, deixou o porto na madrugada de ontem. O navio foi liberado pela Anvisa após constatação de que os demais 25 tripulantes não manifestaram sinais da doença. O homem, de 46 anos, testou positivo no dia 15 de maio e permaneceu isolado, dentro de sua cabine no navio, sendo medicado e monitorado. Ele está estável, assintomático e foi liberado pela Anvisa para cumprir o fim da quarentena em sua residência. Este foi o primeiro caso confirmado no Porto de Suape.

De acordo com a administração do Porto de Suape, foram adotados todos os procedimentos de segurança e prevenção indicados pela Anvisa. “Como estabelece o Plano de Contingência e Emergência em Saúde Pública do Porto de Suape, para resposta a situações relacionadas a casos de doenças infectocontagiosas, uma barreira sanitária ficará instalada no local, para que os técnicos envolvidos na investigação se higienizem e descartem os Equipamentos de Proteção Individual (EPIS) utilizados a bordo. Ambulância do porto, com equipe especializada, se mantém de plantão, caso precise fazer alguma remoção a hospital”, diz nota da assessoria de imprensa.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

 

Veja também

Projeto doa próteses auditivas a pessoas em situação de vulnerabilidade em Paulista
RMR

Projeto doa próteses auditivas a pessoas em situação de vulnerabilidade em Paulista

Adolescentes entre 12 a 17 anos serão incluídos na vacinação contra Covid-19, anuncia ministro
Imunização

Adolescentes entre 12 a 17 anos serão incluídos na vacinação contra Covid-19, anuncia ministro