Notícias

Segundo OMS, América do Sul é 'novo epicentro' da pandemia

Dos mais afetados o Brasil é o que está em pior situação

Número de sepultamentos no Brasil aumentou nos últimos mesesNúmero de sepultamentos no Brasil aumentou nos últimos meses - Foto: Nelson Almeida/AFP

A América do Sul é "um novo epicentro" da pandemia do novo coronavírus, principalmente o Brasil, país mais afetado, estimou nesta sexta-feira a Organização Mundial da Saúde (OMS).

"Vemos o número de casos aumentar em numerosos países sul-americanos. Há muita preocupação em torno desses países, mas, claramente, o mais afetado no momento é o Brasil", declarou o responsável por situações de emergência da OMS, Michael Ryan, em teleconferência desde Genebra.

Leia também:
Reajustes salariais desaparecem de negociações coletivas após coronavírus
Pernambuco supera 2 mil mortes após bater recorde de 132 óbitos por Covid-19 nas últimas 24h
Sou contra 'lockdown' aqui, diz prefeito de cidade com maior alta da Covid-19 em SP

A pandemia da Covid-19 já matou mais de 20.000 pessoas no Brasil, de acordo com o último balanço, com um novo recorde de óbitos em 24 horas na quinta-feira, com 1.188 mortes.

O Brasil registrou mais de 310.000 casos, embora especialistas garantam que a falta de testes de diagnóstico implica que os números provavelmente sejam maiores. O número de mortos - sexto no mundo - dobrou em 11 dias, segundo dados do Ministério da Saúde.

"A maioria dos casos é da região de São Paulo", disse Ryan. "Mas em termos percentuais, as taxas mais altas são encontradas no Amazonas: cerca de 450 pessoas infectadas para cada 100.000 habitantes, o que significa uma porcentagem bastante alta", acrescentou. 

Veja também

Situação na central nuclear de Zaporizhzhia 'é grave', diz chefe da AIEA na ONU
Guerra na Ucrânia

Situação na central nuclear de Zaporizhzhia 'é grave', diz chefe da AIEA na ONU

Aprovada em três universidades do exterior, estudante ganha passagem do Governo de Pernambuco
Educação

Aprovada em três universidades do exterior, estudante ganha passagem do Governo de Pernambuco