Seleção masculina de vôlei estreia com vitória no Pan

Time nacional venceu o México por 3 sets a 1 e, nesta quinta (1º), enfrenta o Chile pela liderança do Grupo B

O time brasileiro venceu a equipe mexicana por 3 sets a 1O time brasileiro venceu a equipe mexicana por 3 sets a 1 - Foto: Reprodução/Instagram

A seleção brasileira masculina de vôlei estreou nos Jogos Pan-Americanos Lima 2019 com vitória por 3 sets a 1 (25/23, 25/19, 22/25 e 25/22) contra o México, na noite dessa quarta-feira (31), no ginásio Polideportivo Callao. O destaque da partida ficou para o oposto Aboubacar Dramé, que marcou 20 pontos para o Brasil. No outro jogo da chave, o Chile venceu os Estados Unidos por 3 sets a 1.

Abouba, como é chamado, falou com a reportagem do R7 e avaliou a atuação dos brasileiros. "Estreia sempre tem nervosismo, mas conseguimos sair com a vitória. Treinamos bastante, mas faltou jogarmos alguns amistosos. Mesmo assim conseguimos nos sair bem", disse ele.

Nesta quinta (1º), o Brasil faz o segundo confronto da primeira fase, contra o Chile, às 22h30 (horário de Brasília), no Polideportivo Callao. O duelo valerá o primeiro lugar do Grupo B.

Leia também:
Com time B, vôlei masculino estreia nesta quarta-feira
Mais uma dobradinha na ginástica do Brasil no Pan-Americano
Brasil inicia Pré-Olímpico de vôlei nesta quinta (1º)

Ao falar da sua atuação, o principal pontuador do jogo dividiu seus méritos com os colegas: "Foi graças ao coletivo. Nosso time passou muito bem, nosso levantador (Rogerinho) soube distribuir bem as bolas e conseguia me deixar na boa", afirmou.

Assim como Abouba, o ponteiro Lucas Lóh também citou o nervosismo da equipe e falou das falhas do time no terceiro set, vencido pelos mexicanos: "Importante tirar a ansiedade de estreia, que é normal. Começamos bem, mas no terceiro set demos uma relaxada. E, hoje em dia, você não pode relaxar no vôlei, porque qualquer time vai vencer você. Mas fica a lição e soubemos lidar com essa pressão".

O jogo
O primeiro set começou bastante equilibrado, mas com o Brasil sempre na frente e com boa participação do oposto Abouba, que foi bastante acionado pelo levantador Thiaguinho, e conseguiu pontuar na maioria dos ataques. Na reta final do set, o Brasil chegou a abrir 21 a 17, mas cometeu alguns erros que permitiram que o adversário empatasse o jogo em 23 a 23. O time conseguiu se concentrar novamente e num ace de Matheus Bispo fechou o primeiro set em 25 a 23.

Diferentemente do primeiro set, o Brasil não conseguiu abrir vantagem no placar no segundo e as duas equipes cometeram muitos erros de saque. Quando o time brasileiro teve chance de abrir dois pontos de vantagem, a arbitragem cometeu um erro grosseiro ao dar um toque do bloqueio brasileiro quando, na verdade, o jogador mexicano acertou a rede. O erro da arbitragem mexeu com a seleção brasileira, que logo abriu 12 a 8 no placar. O time comandado por Marcelo Fronckowiak administrou a vantagem e fechou o segundo set em 25 a 19.

O terceiro set foi bastante equilibrado desde o início e nenhuma das equipes conseguiu abrir vantagem no placar até a metade do set, quando o México fez 15 a 13. A equipe adversária conseguiu defender bem os ataques brasileiros e venceu o set por 25 a 22. O quarto set seguiu o mesmo ritmo, com as equipes disputando ponto a ponto e sem abrir distância no placar. Após bons saques do levantador Thiaguinho e a melhora no bloqueio, o Brasil conseguiu abrir 12 a 8 no placar. A seleção conseguiu segurar a vantagem e vencer o set por 25 a 22.


Veja também

Motorista de app é estuprada e roubada durante corrida no Recife: 'Eu sabia que ia morrer'
Violência

Motorista de app é estuprada e roubada durante corrida no Recife: 'Eu sabia que ia morrer'

Vida melhor e sem violência para as mulheres
Mulheres em Movimento

Vida melhor e sem violência para as mulheres