Notícias

Seleção usará camisa branca na Copa América

O Brasil utilizou o uniforme branco até 1952, quando aposentou e passou a adotar o amarelo, principalmente por conta da derrota na Copa do Mundo de 1950

A camisa branca terá detalhes na cor azul nas mangas e na golaA camisa branca terá detalhes na cor azul nas mangas e na gola - Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Na posse do presidente Rogério Caboclo, a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) anunciou que a seleção brasileira vai estrear de camisa branca na Copa América deste ano, em homenagem ao primeiro título do Brasil na competição, em 1919.

A camisa branca terá detalhes na cor azul nas mangas e na gola -estilo polo-, assim como a numeração dos atletas será também em azul.

"Vamos jogar a partida inaugural da Copa América com camisa branca, como a primeira seleção brasileira a vencer a Copa América, há cem anos", disse Caboclo nesta terça (9), na sede da entidade.

O Brasil utilizou o uniforme branco até 1952, quando aposentou e passou a adotar o amarelo, principalmente por conta da derrota na Copa do Mundo de 1950, contra o Uruguai, na famosa final que entrou para a história do futebol como o "Maracanazo".

O uniforme número um continua na cor amarela e terá a gola em formato "V". O calção será azul e as meias brancas. Já o segundo uniforme continua sendo o mesmo apresentado no ano passado, com a camisa na cor azul.

O primeiro jogo da equipe comandada por Tite na Copa América será em 14 de junho, às 21h30, quando enfrenta a Bolívia, no Morumbi. Na primeira fase, o time ainda encara a Venezuela (18) e Peru (22).

Na posse, que contou com a presença de Gianni Infatino, presidente da Fifa, Caboclo anunciou também que a entidade mudou seu distintivo oficial, adotando um modelo mais moderno, que já foi inclusive estampado com uma bandeira na sede oficial da CBF, na Barra da Tijuca.

A forma singular do escudo foi preservada, assim como a cruz no seu centro. "As faixas ganharam movimento e se expandem", explica a entidade.

O novo emblema só estreará no uniforme da seleção nas eliminatórias para a Copa do Qatar, que começará em março de 2020. Portanto, não está nas novas camisas que serão utilizadas na Copa América.

No evento, a CBF anunciou também que o ex-jogador Sylvinho será o comandante da seleção olímpica. O ex-lateral do Corinthians e Barcelona é atualmente auxiliar-técnico de Tite na seleção principal.

Atual campeã olímpica –venceu a Olimpíada do Rio, em 2016–, a equipe disputará o Pré-Olímpico entre os meses de janeiro e fevereiro de 2020. O torneio será realizado na Colômbia. De acordo com a CBF, a equipe sub-23 será convocada para amistosos nos mesmos períodos de data Fifa da seleção principal.

Assim, Sylvinho trabalhará na comissão técnica de Tite até o final da Copa América.

"Vejo este convite como uma enorme confiança no nosso trabalho, na gestão do Edu [Gaspar, coordenador de seleções da CBF] e do Tite. Todo esse processo me dá confiança para a sequência do trabalho", destacou Sylvinho.

"É um nome respeitado mundialmente. Aplicado, estudioso, tem reconhecimento de nossos grandes craques. Trabalho integrado entre ele, Jardine e Tite", afirmou Caboclo, citando o ex-treinador do São Paulo, que assumiu o comando da seleção sub-20.

Veja também

Máquina do tempo? Filhos viralizam no TikTok ao pedirem que os pais dancem como faziam na juventude
VIRALIZOU

Máquina do tempo? Filhos viralizam no TikTok ao pedirem que os pais dancem como faziam na juventude

Recife entra em estágio de atenção devido às chuvas desta quarta (29); Jaboatão tem maior acumulado
CHUVAS EM PERNAMBUCO

Recife entra em estágio de atenção devido às chuvas desta quarta (29); veja onde mais choveu

Newsletter