Senado inicia debate da reforma da Previdência em segundo turno

PEC precisa ser aprovada em segundo turno para ser promulgada, e as novas regras de aposentadoria, pensões e auxílios passarem a valer

SenadoSenado - Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Os senadores iniciaram, nesta quinta-feira (10), em plenário, o primeiro dia de discussão do segundo turno da reforma da Previdência (PEC 6/2019). A previsão é que a matéria seja votada na próxima terça-feira (22). A PEC precisa ser aprovada em segundo turno para ser promulgada, e as novas regras de aposentadoria, pensões e auxílios passarem a valer.

O plenário do Senado concluiu a votação em primeiro turno das mudanças nas regras previdenciárias no último dia 2, com a análise dos destaques com sugestões de alterações ao texto-base. Na véspera, os senadores aprovaram o texto-base por 56 votos a favor, 19 contra e nenhuma abstenção. Eram necessários 49 votos, equivalentes a três quintos mais um dos senadores, para aprovar a proposta.

Leia também:
PMs e bombeiros pedem regras mais vantajosas na reforma da Previdência
Aprovação de Previdência para estados e municípios é dúvida para governo


A PEC 6/2019 muda as regras de aposentadoria e de pensão dos trabalhadores do Regime Geral de Previdência Social e dos servidores públicos civis. A proposta aumenta o tempo para se aposentar, fixa uma idade mínima e eleva as alíquotas de contribuição. O texto já foi aprovado pela Câmara dos Deputados em dois turnos.

Veja também

Regras da Anatel para leilão do 5G não restringem Huawei
Tecnologia

Regras da Anatel para leilão do 5G não restringem Huawei

A ministros do Mercosul, Pazuello diz que tratamento precoce 'fez e faz a diferença' para Covid
Coronavírus

A ministros do Mercosul, Pazuello diz que tratamento precoce 'fez e faz a diferença' para Covid