Seope: a sofisticação tecnológica a serviço da sua visão

Há quase 30 anos no mercado, o Seope oferece ao público o que há de melhor na oftalmologia

“Estamos sempre atentos ao mercado, às novidades, através de Congressos”, afirma dr. Pedro Gondim“Estamos sempre atentos ao mercado, às novidades, através de Congressos”, afirma dr. Pedro Gondim - Foto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco

Na oftalmologia, um grande conjunto de aparelhos que auxiliam no diagnóstico, intervenção e até mesmo tratamento de doenças. Atualmente, o médico oftalmologista tem à disposição materiais tecnológicos sofisticados, que permite avanços na realização de exames e cura do paciente.

Há quase 30 anos no mercado, o Serviço Oftalmológico de Pernambuco (Seope) vem oferecendo ao público o que há de melhor na oftalmologia. Com quatro unidades espalhadas na Região Metropolitana (duas no Recife, uma em Olinda e outra em Jaboatão), em 2018, foram realizadas mais de 35 mil consultas, 150 mil exames e 5 mil cirurgias (mais da metade só de catarata). O hospital de olhos disponibiliza máquinas como o Pentacam, OCT e de Biometria Ultrassônica, usados para realizações de exames.

"Estamos sempre atentos ao mercado, às novidades, através de congressos e feiras de oftalmologia. Temos dois grandes parceiros multinacionais que estão sempre produzindo e oferecendo equipamentos para nós, além de lentes intraoculares", disse o médido Pedro Gondim, um dos sócios do Seope.

Usado para mapeamento da córnea, como curvatura, espessura e elevações, medição da profundidade da câmara anterior e diâmetro corneano, o Pentacam é direcionado para candidatos à cirurgia refrativa, de catarata ou até mesmo glaucoma. Para os mesmos tipos de pacientes, o Seope ainda oferece a Biometria Ultrassônica, um exame importante para o cálculo das lentes intraoculares.

Outro equipamento de grande sofisticação é o aparelho de Tomografia de Coerência Óptica (OCT, sigla em inglês). A tecnologia realiza uma varredura na área dos nervos ópticos e captura diversas medidas de natureza estrutural. Indolor, o exame utiliza laser para capturar imagens do fundo do olho. Também a laser, a Microperimetria varre a retina. A tecnologia é capaz de medir a capacidade visual, desconsiderando opacificações das estruturas. É indicado para degeneração de mácula, distrofias retinianas, membrana epirretiana e outras situações em que o cuidado com a região da mácula se faz necessária.

Para realizações de cirurgias de catarata, o Seope dispõe do moderno facoemulsificador Centurion e o Constellation. Ambos promovem a otimização dos processos cirúrgicos, garantindo precisão, eficiência e segurança aos pacientes. Entretanto, se o paciente busca preservar a visão e impedir a progressão de doenças retinianas, a fotocoagulação a laser é um procedimento oftalmológico ideal. Sua finalidade é tratar mazelas nos olhos, sobretudo nos vasos vasculares.

Para tratamento refrativos é usado o Excimer Laser. Ele age sobre a superfície anterior da córnea e altera sua curvatura, além de modificar a periferia da córnea, tratando assim as hipermetropias. Além de cuidar do grau do paciente, o aparelho proporciona uma grande melhora da qualidade de visão.

"Toda essa modernidade que trazemos faz com que os diagnósticos sejam mais seguros, com uma chance pequena de haver falhas. Sem falar que, na parte cirúrgica, conseguimos melhorar os resultados e eficiência do tratamento, deixando nossos pacientes tranquilos," explicou Pedro.

Fundado em 1990, o Seope conta com seis sócios. São eles: Alexandre Araújo, Edmundo França, Ítalo Queiroz, Luís Armando, Maria Isabel e Pedro Gondim. Além de 12 médicos residentes e 32 prestadores de serviços.

Veja também

Joe Biden toma posse como 46º presidente dos Estados Unidos
Posse de Biden e Harris

Joe Biden toma posse como 46º presidente dos Estados Unidos

Assista ao vivo à cerimônia de posse de Joe Biden e Kamala Harris
Estados Unidos

Assista ao vivo à cerimônia de posse de Joe Biden e Kamala Harris