Serviço de consultas e exames particulares deve voltar a partir de 10 de junho

Hospitais privados poderão reabrir no dia 22 deste mês. Cronograma, que dependerá da curva epidêmica da Covid-19, foi discutido em reunião com a SES e o Sindhospe nesta quinta-feira (4).

Presidente do Sindhospe, Dr. George TrigueiroPresidente do Sindhospe, Dr. George Trigueiro - Foto: Divulgação

As clínicas de consultas, exames e diagnósticos particulares devem voltar a funcionar a partir da próxima quinta-feira, 10 de junho. Já os hospitais privados poderão abrir para o público no dia 22 deste mês. O cumprimento desse cronograma, porém, dependerá da evolução da curva epidêmica da Covid-19 no decorrer da próxima semana.

A retomada do serviço de saúde complementar foi acertada nesta quinta-feira (4) durante reunião entre o secretário estadual de Saúde, André Longo, conselhos profissionais e representantes do Sindicato dos Hospitais, Clínicas, Casas de Saúde e Laboratórios de Pesquisas e Análises Clínicas do Estado de Pernambuco (Sindhospe). Além da definição do cronograma, foram discutidas as condições em que as unidades terão que operar.

Leia também:
Um em cada cinco médicos diz que está capacitado para atender Covid-19
Retomada de atividades divide opinião dos setores em Pernambuco
Curva da Covid-19 se estabiliza em Pernambuco; número de mortes tem tendência de queda

De acordo com o presidente do Sindhospe, George Trigueiro, entre as medidas que os hospitais e consultórios precisarão adotar, estão o distanciamento social, o controle de entrada e horários de agendamento para evitar aglomerações e o monitoramento de pacientes e funcionários que apresentarem sintomas gripais. Também deverá ser dada prioridade às teleconsultas.

“Pelo celular, o médico consegue analisar exames. A consulta presencial tem que ser minimizada para os casos em que for necessária. Nós conseguimos fazer uma reunião com várias pessoas pela internet. É assim que devemos conviver”, avaliou.

Por meio de nota, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) informou que o encontro tinha como objetivo debater as diretrizes gerais para a volta das atividades do setor de saúde, em acordo com o Plano de Convivência anunciado pelo Governo. Ainda segundo a nota, o secretário ressaltou que o retorno deverá ser escalonado e baseado em medidas de segurança e higiene. O órgão disse também que, nos próximos dias, os conselhos profissionais enviarão protocolos e resoluções para a retomada e, a partir disso, o cronograma será detalhado.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

Veja também

Explosão em subestação de energia deixa dois feridos em prédio do DNIT e da PRF no Pina
Recife

Explosão em subestação de energia deixa dois feridos em prédio do DNIT e da PRF no Pina

Países anunciam aplicação de terceira dose de vacina contra a Covid-19
REFORÇO

Países anunciam aplicação de terceira dose de vacina contra a Covid-19