SES-PE passará a divulgar número de profissionais da saúde infectados

Até o momento, são 51 profissionais do setor com a Covid-19, alguns deles em internamento hospitalar

Profissionais da saúde fazem apelo para que população fique em casaProfissionais da saúde fazem apelo para que população fique em casa - Foto: Reprodução/Internet

Até o fim da manhã desta quarta-feira (8), 51 profissionais de saúde do Estado haviam tido resultado positivo para infecção pelo novo coronavírus, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE). Alguns deles, inclusive, encontram-se internados. A pasta informou que já foram coletadas amostras de mais de 150 profissionais e que passará a incluir nos boletins informativos diários da Covid-19 os dados relacionados ao setor.

"Vamos introduzir essas informações a partir do boletim de amanhã (quinta-feira, 9) para fazermos um acompanhamento transparente”, garantiu o gestor à frente da SES-PE, André Longo, adiantando que posteriormente também deve incluir casos de gestantes. "Vamos destacar isso também no nosso boletim, diante da ocorrência que aconteceu em unidade privada da Capital (a morte de uma gestante de 33 anos).”

Leia também:
Pernambuco tem 31 mortes na fila para investigação
Pernambuco registra mais 12 mortes e 49 novos casos de Covid-19
Brasil recebeu 92 mil pessoas vindas de países foco de Covid-19 no fim de fevereiro
Brasil bate novo recorde e registra 133 novas mortes por coronavírus; total é de 800


"Fazemos o acompanhamento desses casos (gestantes) quando há internação, pois precisam ser notificados. Os demais casos são acompanhados no pré-natal, com instruções sobre os sinais de alerta, os riscos. Caso haja sintomas, são internadas e testadas”, completou Longo.

Presídios
Até o momento, nenhum detento do sistema prisional de Pernambuco teve teste positivo para o novo coronavírus. Em Pesqueira, 37 detentos apresentaram síndromes gripais recentemente e 29 estão em isolamento no momento. Três chegaram a ser encaminhados para hospitais, mas ninguém foi diagnosticado com a Covid-19. “A gente tem uma preocupação especial com essa população que está confinada. Todos os profissionais das equipes de saúde prisional fizeram capacitação e fazem a atenção primária, acompanham diariamente os casos de síndrome gripal”, explicou Longo.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

Veja também

Inteligência Emocional é tema de oficina online para crianças
Educação

Inteligência Emocional é tema de oficina online para crianças

A vacina chegou, mas os cuidados contra a Covid-19 não podem ir embora
Alerta

A vacina chegou, mas os cuidados contra a Covid-19 não podem ir embora