Sétimo hospital de campanha é entregue no Recife com 107 leitos

Este é o último hospital de campanha previsto no Plano Municipal de Contingência Covid-19 da Prefeitura do Recife, construído para atender pessoas com suspeitas ou infectadas pelo Covid-19

Hospital Provisório Recife IIIHospital Provisório Recife III - Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR

Foi entregue, na manhã desta terça-feira (5), o Hospital Provisório Recife 3 (HPR3), localizado no bairro da Imbiribeira, na Zona Sul do Recife. Este é o sétimo e último hospital de campanha previsto no Plano Municipal de Contingência Covid-19 da Prefeitura da capital pernambucana, construído para atender pessoas com suspeitas ou infectadas pelo Covid-19.

Com mais de 2.300 m2 de área construída em um galpão desativado, na Avenida Mascarenhas de Moraes, o Hospital Provisório Recife 3 conta com 107 leitos, sendo 80 Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e 27 enfermarias. Do total, 40 desses leitos já começam a funcionar nesta terça, sendo 20 de UTI e 20 de enfermaria. De acordo com a PCR, assim como vem sendo feito na maioria dos hospitais de campanha, a abertura dos demais leitos para os pacientes será de forma gradual, até atingir o pleno funcionamento.

O novo centro hospitalar vai receber apenas pessoas encaminhadas de outras unidades de saúde, como policlínicas municipais e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) estaduais, através da Central de Regulação de Leitos.

Leia também:
Em 40 dias, Pernambuco mobilizou 1.067 leitos para a Covid-19
Ambulâncias e viaturas da segurança pública passam por desinfecção no Recife
Geraldo Julio não descarta adotar lockdown no Recife


“São 107 leitos que marcam a conclusão do plano de obras da Prefeitura. Sete hospitais de campanha foram concluídos em 40 dias. São Mais de mil leitos, 300 de UTI e milhares de internações que poderão ser feitas para pacientes da Covid-19”, afirmou o prefeito Geraldo Julio.

O prefeito falou ainda que quase todo o investimento utilizado na construção das novas estruturas é municipal. "Os recursos que chegaram do Governo Federal foram bastante limitados e não fazem jus a todo esse esforço. Mas o mais importante é que muitas vidas serão salvas. A gente chega hoje [terça-feira] a praticamente 100 altas de pacientes que estavam nesses leitos de UTI. Esse é o esforço que vale a pena”, contou Geraldo Julio.

O sétimo hospital de campanha municipal será administrado pelo Instituto Humanize de Assistência e Responsabilidade Social (IHARS), que contratou 667 profissionais para atuar na unidade, sendo 110 médicos, 87 enfermeiros e 189 técnicos de enfermagem. Com essas contratações, o número de profissionais mobilizados pela Prefeitura do Recife como reforço para enfrentamento à pandemia já passa dos 2.800.

O hospital conta ainda com área segura para que os profissionais coloquem e tirem os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), além de dormitório e refeitório para a equipe. As paredes internas do HPR3, assim como outros hospitais de campanha municipais, receberam adesivação com imagens de janelas com fotos de paisagens e intervenções gráficas, para levar um pouco de vida e de colorido às tradicionais paredes brancas dos hospitais.

TOTAL DE LEITOS NO RECIFE
A Secretaria de Saúde do Recife (Sesau) construiu 1.054 leitos, sendo 313 de UTI e 741 de enfermaria. Desses, 494 estão abertos para os pacientes com suspeita ou confirmação de Covid-19 - 114 leitos de UTI e 380 de enfermaria. Até essa segunda-feira (3), 274 pessoas estavam internadas nos leitos municipais, sendo 73 nas UTIs e 201 nas enfermarias.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

Veja também

Cabo de Santo Agostinho inicia entrega de caderno de atividades para alunos da rede Municipal
Educação

Cabo de Santo Agostinho inicia entrega de caderno de atividades para alunos da rede Municipal

Méliuz anuncia mais de 100 vagas de trabalho remoto; pessoas do NE podem se inscrever
Empregos

Méliuz anuncia mais de 100 vagas de trabalho remoto; pessoas do NE podem se inscrever