Capital Inicial e Nando Reis

Show de Capital Inicial agitou a véspera de feriado

Nando Reis completou a noite festiva do Classic Hall

Fachada do Museu da Abolição, na MadalenaFachada do Museu da Abolição, na Madalena - Foto: Divulgação

Nando Reis e Capital Inicial, que se apresentaram na noite desta terça-feira (11), ferveram a véspera de feriado, no Classic Hall, em Olinda. O cantor fez o último show no Recife da turnê "Sei", já a banda de Brasília trouxeram pela primeira vez à capital pernambucana a turnê do novo álbum, "Acústico NYC", gravado nos Estados Unidos em comemoração aos 15 anos do lançamento do primeiro álbum acústico do grupo.  

Nando Reis entoou seus grandes sucessos no Classic Hall

Foto: Nando Reis entoou seus grandes sucessos no Classic Hall
Créditos: Divulgação/Welington Silva

Nando abriu a noite, pontualmente, às 23h, o artista subiu ao palco e empolgou a todos com um repertório cheio de sucessos como “O Que Eu Só Vejo Em Você”, “Declaração de Amor” e a faixa título “SEI”, além dos grandes hits da carreira do artista, como “Os Cegos do Castelo”, “Sou Dela”, “All Star”, “O Segundo Sol”, “Relicário”, “Marvin”, entre outras. 

Dinho Ouro Preto não deixou ninguém parado na véspera de feriado

Foto: Dinho Ouro Preto não deixou ninguém parado na véspera de feriado
Créditos: Divulgação/Welington Silva

Logo depois foi a vez de Capital Inicial assumir o palco. Nos primeiros minutos, Dinho anunciou que a apresentação seria dividida em duas etapas: as canções do novo álbum no início e os grandes hits dos mais de 30 anos de carreira na segunda etapa. O público acompanhou as novas “Vai e vem”, “A mina” e “Doce e amargo”.   

A banda Capital Inicial também apresentou os grandes clássicos da carreira

Foto: A banda Capital Inicial também apresentou os grandes clássicos da carreira
Créditos: Divulgação/Welington Silva 

Mas, foi no segundo momento que todos foram à loucura. Hit atrás de hit. A banda ainda homenageou Charlie Brown Jr e Legião Urbana com as emocionantes "Me Encontra" e "Tempo Perdido". Em quase 3 horas do show, foi impossível não pular, se emocionar e cantar em coro sucessos que marcaram muitas gerações. Uma noite linda e que há muito tempo não acontecia no Recife. O pop rock mostrou que está vivo e esgotou os ingressos no Classic Hall. 

O público lotou o Classic Hall

Foto: O público lotou o Classic Hall
Créditos: Divulgação/Welington Silva 

Veja também

Brasil soma mais 26.979 novos casos e 432 mortes por Covid-19 nas últimas 24h
CORONAVÍRUS

Brasil soma mais 26.979 novos casos e 432 mortes por Covid-19 nas últimas 24h

Jovem de 18 anos é encontrada morta em cisterna de casarão em Jaboatão dos Guararapes, na RMR
Jaboatão

Jovem de 18 anos é encontrada morta em cisterna de casarão