NÃO AO ABORTO

Sim à Vida, que repudia o aborto, leva multidão à avenida Boa Viagem, Zona Sul do Recife

Evento conta com presença do arcebispo de Olinda e Recife recém-empossado, Dom Paulo Jackson

Evento aconteceu neste domingo (8)Evento aconteceu neste domingo (8) - Foto: Walli Fontenele/ Folha de Pernambuco

Para marcar a Semana Nacional da Vida, instituída pela Conferência Nacional de Bispos do Brasil (CNBB), e o Dia do Nascituro, neste domingo (08), a 14ª edição do Sim à Vida leva multidão à avenida Boa Viagem, Zona Sul do Recife. O encontro, que é celebrado pela Arquidiocese de Olinda e Recife, promove expressões populares para a integral proteção ao ser humano já concebido no ventre da mãe e que ainda vai nascer. O início foi às 14h.

Por causa do isolamento social provocado pela pandemia de covid -19, o Viva à Vida foi suspenso (2019 - 2022). A caminhada dançante, de todos os anos, não aconteceu nesta edição, mas a programação abriu espaço para rezas, momentos de meditação e muitos louvores religiosos.

Os fiéis presentes foram convidados à reflexão  sobre a alegria, privilégio e importância da vida e do amor ao próximo.

O arcebispo de Olinda e Recife, Dom Paulo Jackson, empossado em agosto deste ano, marcou presença no culto pela primeira vez no novo cargo. Ele defende a ideia de exaltar Deus, que, ainda segundo ele, defende a vida humana.

Arcebispo de Olinda e Recife, Dom Paulo JacksonArcebispo de Olinda e Recife, Dom Paulo Jackson | Foto: Walli Fontenele/ Folha de Pernambuco

“Nós não defendemos apenas a vida humana, mas a vida da criação inteira, da fecundação até o ocaso natural dela. É por isso que a igreja católica é contrária ao abordo, à pena de morte, a eutanásia e todas as formas de violências armamentistas que geram a morte”, explicou.

“Nós vamos celebrar a santa eucaristia, daqui a pouco, unindo fé, espiritualidade e oração em defesa da vida. No Brasil, o Supremo Tribunal Federal colocou em votação uma causa de descriminalização do aborto até á 12ª semana de gestação. Não somos favoráveis a isso. Gracas a Deus, o ministro Barroso suspendeu isso, sob o argumento que a sociedade brasileira não está madura para esse assunto”, finalizou.

Presidente da Comissão Arquidiocesana de Pastoral para a Vida e Família, o Diácono Marcelino comemora a volta do evento às ruas após três anos de paralisação.

O presidente da Comissão Arquidiocesana de Pastoral para a Vida e Família, o Diácono MarcelinoO presidente da Comissão Arquidiocesana de Pastoral para a Vida e Família, o Diácono Marcelino | Foto: Walli Fontenele/ Folha de Pernambuco

“Trazer uma proposta dessa é englobar todas as situações de pessoas indefesas, imigrantes e a Amazônia destruída, porque não existe um ambiente protegido de a vida não estiver segura. A nossa proposta é alertar as pessoas da grandiosidade da vida, independente de qualquer coisa”, salientou.

O médico Marcelo Carrilho, de 61 anos, saiu da Madalena, Zona Norte da cidade, para prestigiar o encontro. Ele, junto com os familiares, fizeram preces e participaram de tudo, direto da plateia.

Médico Marcelo Carrilho, de 61 anos reuniu toda a famíliaMédico Marcelo Carrilho, de 61 anos reuniu toda a família | Foto: Walli Fontenele/ Folha de Pernambuco

“A vida é primordial, então tem que ser valorizada em todos os sentidos, desde a concepção até quando a pessoa se torna consciente de tudo. Temos que contribuir e fazer tudo de melhor nessa vida. É importante a família estar unida nessa causa”, explicou.

Maria José Costa, 72 anos, moradora de Boa Viagem, tem como espelho Jesus Cristo, que, segundo ela, teve a oportunidade de vir ao mundo, mostrar a glória de Deus e salvar a humanidade dos pecados.

Maria José Costa, 72 anosMaria José Costa, 72 anos | Foto: Walli Fontenele/ Folha de Pernambuco

“É importantíssimo, como Jesus esteve no ventre da sua mãe. A promoção da paz é o incentivo que me traz aqui para valorizar a vida e a paz. Que todos estejamos juntos pedindo isso a Jesus”, deseja ela.

Novidade no ano que vem
O diácono Marcelino adiantou com exclusividade para a Folha de Pernambuco que a próxima edição do Vida à Vida, em 2024, terá a tradicional caminhada com louvores e orações e contará com a presença do Padre Reginaldo Manzotti, que atua como pároco do Santuário de Nossa Senhora de Guadalupe, em Curitiba.

Confira a programação
13h30 – Concentração: animação do DJ Angelus
14h – 1º Momento Eu digo SIM À VIDA – contra o aborto (testemunho)
14h20 – DJ Ronny
14h50 – 2º Momento Eu digo SIM À VIDA – contra a violência em todos as formas de vida
15h – Dudu do Acordeon
15h50 – 3º Momento Eu digo SIM À VIDA – contra a discriminação e pobreza
16h – Pe. Damião Silva
16h50 – 4º Momento Eu digo SIM À VIDA – Testemunho
17h – Santa Missa presidida por dom Paulo Jackson (música: Ministério Boa Nova)
18h – Dispersão

Veja também

Neuralink: 85% dos fios se soltaram do cérebro do paciente que recebeu implante de Elon Musk
TECNOLOGIA

Neuralink: 85% dos fios se soltaram do cérebro do paciente que recebeu implante de Elon Musk

EUA alerta exércitos da América Latina sobre ''inimigos'' da democracia
AMEAÇAS

EUA alerta exércitos da América Latina sobre ''inimigos'' da democracia

Newsletter