Solidariedade entre ser governo ou oposição

Augusto Coutinho está mais para sair do que para ficar no governo Paulo Câmara

Inaldo SampaioInaldo Sampaio - Foto: Colunista

O Partido Solidariedade, que é presidido em Pernambuco pelo deputado Augusto Coutinho e tem entre suas estrelas o também deputado Kaio Maniçoba e o prefeito de Olinda, Lupércio Nascimento, reuniu ontem a sua executiva e marcou para o dia 4 de agosto a sua convenção regional. Na ocasião, será decidido se os solidaristas permanecem na Frente Popular ou se engrossam as fileiras da oposição, para onde migraram recentemente o prefeito de Jaboatão dos Guararapes Anderson Ferreira e seu irmão, André, deputado estadual e presidente regional do PSC. A reunião do Solidariedade foi marcada por “um elevado grau de insatisfação” com o governo Paulo Câmara, segundo nota divulgada à imprensa pela assessoria de Augusto Coutinho, porque o governador, “sem diálogo”, não manteve a Secretaria de Habitação sob controle do partido. A pasta era comandada pelo deputado Kaio Maniçoba, que se desincompatibilizou em abril deste ano para concorrer à reeleição. O SD tinha a expectativa de que outro membro do partido seria convidado para substituí-lo. Mas negociações de última hora levaram o governador a chamar de volta para comandá-la o emedebista Bruno Lisboa, ligado ao deputado Jarbas Vasconcelos. Coutinho está mais para sair do que para ficar nas hostes governistas, não por causa da Secretaria de Habitação que foi completamente esvaziada pelo programa “Minha casa, minha vida”, do governo federal, e sim por ser cunhado e amigo-irmão do deputado Mendonça Filho, que será candidato a senador pela Frente das Oposições.

Os prós e os contras
Se depender do prefeito Lupércio (Olinda) e do empresário Toninho Rodrigues, filho do deputado Tony Gel (MDB) e candidato a deputado federal, o SD fica no governo. Já pela vontade de Kaio Maniçoba, irá para a oposição. Kaio, para externar sua insatisfação com o governo, não acompanhou a visita que Paulo Câmara fez a Floresta, sua terra, na semana passada.

Pé na estrada > Jarbas Vasconcelos (MDB) começou a viajar pelo interior a fim de apresentar-se aos eleitores como candidato a senador. A campanha começou pelos mercados públicos do Recife, mas já chegou também ao Agreste e ao Sertão.

Respeito mútuo >
Embora estejam em campos opostos e disputando uma das duas cadeiras de senador que estarão em jogo em outubro próximo, Jarbas Vasconcelos (MDB) e Mendonça Filho (DEM) não falarão mal um do outro. Além de serem amigos, o 2º foi vice do 1º entre 1999 e 2006.

Chapa 2 > O médico Antonio Jordão vai disputar a presidência do Cremepe nas eleições marcadas para 7 e 8 de agosto. Ele encabeça a chapa da oposição, que vai tentar tirar do poder o grupo que comanda a entidade há 20 anos.

Já é hora > Tadeu Alencar não está sozinho no PSB quando afirma que o partido não pode ficar esperando eternamente por uma resposta do PT sobre se deseja ou não uma aliança entre as duas legendas para as próximas eleições. Outros socialistas estão impacientes e doidos por uma aliança com o PDT para apoiar Ciro Gomes.

Veja também

Acervo da Uerj ganha dois fósseis de nova espécie de crocodiliformes
Ciência

Acervo da Uerj ganha dois fósseis de nova espécie de crocodiliformes

Leitura pode reduzir a pena na prisão, mas ainda há desafios
Educação

Leitura pode reduzir a pena na prisão, mas ainda há desafios