Sport cauteloso, mas sem medo do Grêmio, próximo adversário

Recuperado, Osvaldo é uma das opções de Luxemburgo para o jogo com os gaúchos

Osvaldo cumpriu suspensão no jogo passado e tem presença certa contra os baianosOsvaldo cumpriu suspensão no jogo passado e tem presença certa contra os baianos - Foto: Anderson Freire/Sport Club do Recife

Descobrir a diferença entre medo e respeito é fundamental para conseguir um bom desempenho jogando contra times, teoricamente, superiores. Principalmente quando o confronto é longe dos seus domínios, na casa do adversário. A linha é muito tênue entre saber se defender sem deixar de agredir, alcançando um equilíbrio perfeito para ser ousado sem se expor. Essa é a situação do Sport, que encara o Grêmio neste sábado, em Porto Alegre. Segundo colocado e tentando colar no líder Corinthians, o Tricolor dos Pampas tem o melhor ataque do Brasileirão 2017, com 35 gols marcados, e a terceira melhor defesa da competição - foi vazada apenas 19 vezes. E juntando bola de cristal e secador de uma vez, até mesmo os rivais duvidam que o Leão consiga vencer o jogo, como é o caso de Mano Menezes, treinador do Cruzeiro, que garantiu que os pernambucanos não vencem o jogo e por isso não irão ultrapassar a Raposa, que tem 31 pontos contra 29 dos leoninos.

Recuperado de lesão na panturrilha e participando normalmente dos treinamentos desde a semana passada, o atacante Osvaldo é uma das opções do treinador Vanderlei Luxemburgo para ocupar um dos lados ofensivos do Sport, disputando vaga com Everton Felipe, Rogério, Lenis e Thomás. Aos 30 anos e acumulando boa experiência pelo futebol brasileiro e até mesmo internacional, o jogador falou sobre a postura que o time precisa ter para conseguir um bom resultado no Rio Grande do Sul. "O momento que estamos vivendo é parecido com o que tivemos no começo do Primeiro Turno, quando os resultados não estavam vindo. Mas temos uma boa chance de fazermos um grande jogo contra o Grêmio. É jogar fechadinho, mas sem perder a força ofensiva. É preciso ter toda a atenção com o time deles, mas também temos que sair para o jogo com inteligência", analisou Osvaldo, para em seguida falar sobre a rodada do último fim de semana, quando os rubro-negros "folgaram". "Foi muito boa. Perdemos apenas uma posição e com uma vitória podemos voltar ao G6. A verdade é que estão todos embolados nessa luta pela Libertadores", finalizou.

E não foi apenas Osvaldo que Vanderlei Luxemburgo ganhou como boa opção ofensiva. O volante/meia Wesley teve o seu nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF ontem e está liberado para fazer a sua estreia com a camisa leonina. Pelos indícios do treinamento realizado ontem à tarde, no CT José Médicis, em Paratibe, há a possibilidade do comandante rubro-negro escalar Patrick como primeiro homem de proteção à zaga e deixar Rithely com Wesley alinhados um pouco mais à frente. Caso opte por esse desenho, Diego Souza deve cair um pouco pelo lado direito, sendo também uma espécie de segundo atacante, já que Samuel Xavier tem como apoio constante a sua principal arma e preencheria o espaço lateral ofensivo. O único fator contra seria o ritmo de jogo de Wesley, que atuou pela última vez no dia 9 de julho, pelo São Paulo.

Veja também

Governo Bolsonaro ignorou alertas sobre a falta de oxigênio em Manaus
Pandemia

Governo Bolsonaro ignorou alertas sobre a falta de oxigênio em Manaus

Vacinação pode começar com Coronavac, imunizante que Bolsonaro afirmava que não compraria
Brasil

Vacinação pode começar com Coronavac, imunizante que Bolsonaro afirmava que não compraria