Sport leva virada diante do Fluminense

Após bom primeiro tempo, no Rio de Janeiro, Leão cai de produção e sai de campo derrotado

Vice-presidente nacional do PSB, Paulo Câmara estará presente no eventoVice-presidente nacional do PSB, Paulo Câmara estará presente no evento - Foto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

Oportunidades de gol, imposição sobre o adversário e expectativa real da vitória. Se uma partida de futebol durasse apenas 45 minutos, o Sport estaria comemorando três pontos diante do Fluminense, às 11h deste sábado, no estádio Giulite Coutinho, no Rio de Janeiro. Mas a postura rubro-negra da etapa inicial foi inversamente proporcional ao que se viu no segundo tempo. Melhor para os tricolores cariocas, que viraram pra cima do Leão e venceram o jogo por 3x1. Com o resultado, o Leão estacionou na 13ª colocação da Série A do Campeonato Brasileiro, com 33 pontos. Na próxima quarta-feira, os pernambucanos receberão o São Paulo, na Ilha do Retiro.

Com um capricho maior, o Sport poderia ter descido para os vestiários do estádio Giulite Coutinho comemorando uma vantagem maior no placar. Oportunidades sobraram para os rubro-negros diante do Fluminense – algo incomum em partidas fora de casa do Leão nesta Série A. Até o primeiro gol do jogo, a equipe pernambucana já havia criado pelo menos duas outras chances de abrir o placar. Não por coincidência, todas com a participação efetiva do meia Diego Souza, destaque nos primeiros 45 minutos. Faltou, tanto tranquilidade a Rogério, aos quatro minutos, para dominar uma bola levantada pelo camisa 87, quanto sorte ao próprio meia, aos 10, após cobrança de falta que levou perigo a meta do goleiro Julio Cesar.

Mesmo assim, aqueles três dedos do arqueiro do Fluminense, que evitou o gol leonino, foi o responsável pelo escanteio que gerou, enfim, o 1x0 no placar. Cobrança de Gabriel Xavier, que procurou Ronaldo Alves. Gum tentou se antecipar e acabou colocando a bola para dentro do próprio gol. Nos primeiros 15 minutos de jogo, quatro finalizações haviam sido protagonizadas no jogo. Todas, Rubro-negras. O Fluminense só assustou Magrão aos 27 minutos. Até o final do primeiro tempo, o Sport voltou a chegar com perigo em outras oportunidades. Mas faltou o detalhe.

Os pecados cometidos pelo Sport no primeiro tempo foram cobrados logo no início da etapa final. Logo aos oito minutos, Wellington apareceu na grande área, limpou para dentro e bateu forte. Magrão fez ótima defesa, mas a bola sobra para Marcos Júnior, em impedimento, só empurrar para dentro. Empate. Logo na volta do intervalo, o técnico Levir Culpi já havia mexido na postura do Fluminense, com a entrada do atacante Richarlison na vaga do volante Douglas. Mais ofensivo, o Leão ficou acuado.

A modificação feita por Levir Culpi interferiu taticamente e, por consequência, no resultado da partida. Aos 21 minutos, Wellington deu um ótimo passe para Richarlison, que apareceu nas costas de Ronaldo Alves e bateu com força para o gol. Para tentar reverter tal resultado, o técnico Oswaldo de Oliveira mandou a campo Neto Moura, Vinícius Araújo e Reinaldo Lenis. O milagre não aconteceu e a derrota foi consumada nos últimos minutos do jogo. Aos 41, uma bola dividida sobrou limpa para Gustavo Scarpa, que dominou no peito, invadiu a área e só deu um toque por cima de Magrão para fazer o terceiro do Fluminense.

FICHA DE JOGO

Fluminense

Júlio Cesar; Wellington Silva, Henrique, Gum e William Matheus; Pierre, Douglas (Richarlison), Cícero e Gustavo Scarpa; Wellington (Magno Alves) e Marcos Júnior (Marquinhos). Técnico: Levir Culpi

Sport

Magrão; Samuel Xavier, Ronaldo Alves, Durval e Rodney Walace; Rithely, Paulo Roberto (Neto Moura) e Diego Souza; Everton Felipe (Reinaldo Lenis), Gabriel Xavier (Vinícius Araújo) e Rogério. Técnico: Oswaldo de Oliveira

Local: Estádio Giulite Coutinho, em Mequita (RJ)
Horário: às 11h
Arbitro: Leandro Pedro Vuaden/FIFA (RS)
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi e Lucio Beiersdorf Flor (Ambos do RS)
Gols: Gum (contra) (aos 10 do 1ºT); Marcos Júnior (aos 8 do 2ºT); Richarlison (aos 21 do 2ºT); Gustavo Scarpa (aos 42 do 2ºT)
Cartões amarelos: Durval, Paulo Roberto; Rodney Wallace (Sport); Cícero (Fluminense)
Público: 9008
Renda: R$ 243.815,00

Veja também

Equipes buscam sobreviventes de terremoto que deixou quase 20 mortos na Grécia e Turquia
Magnitude 7

Equipes buscam sobreviventes de terremoto que deixou quase 20 mortos na Grécia e Turquia

Por falta de dinheiro, fornecimento de água a cidades no Nordeste deve ser interrompido
Carros-pipa

Por falta de dinheiro, fornecimento de água a cidades no Nordeste deve ser interrompido