Sport pega a Chapecoense no adeus de Oswaldo de Oliveira

Após acertar com o Corinthians, o técnico comanda o Rubro-negro em jogo decisivo pela Série A do Brasileirão

O "Pinto da Madrugada" promete fazer a folia dos pequenos, na terça (5)O "Pinto da Madrugada" promete fazer a folia dos pequenos, na terça (5) - Foto: Anderson Maia

Uma bomba explodiu na Praça da Bandeira na tarde desta terça-feira. Entre admiradores e críticos, o treinador Oswaldo de Oliveira acertou a sua transferência para o Corinthians e deixou os dirigentes rubro-negros em alerta vermelho. Tudo isso porque o Sport tem nesta quarta, diante da Chapecoense, às 11h, a primeira das nove decisões até o final do Brasileirão 2016.

Em plena Arena Condá, uma derrota não interessa aos pernambucanos e voltar com ao menos um ponto na bagagem é uma obrigação. Na beira da zona de rebaixamento, ocupando a 16ª posição, com 34 pontos, o Leão perde o seu comandante na mesma rodada em que pode voltar a figurar na área de degola.

Por outro lado, o seu adversário está a quatro pontos de distância, com um triunfo deixando o rubro-negro praticamente colado com os catarinenses, apenas um ponto atrás. O clube ainda não sinalizou quem estará à beira do campo nesta manhã. Como o auxiliar-técnico do clube, Daniel Paulista, sequer viajou com a delegação, o mais provável é que Oswaldo faça a sua despedida trabalhando.

Baseado no que foi trabalhado desde a última partida, na última quarta-feira, no empate em 1x1 diante do São Paulo, na Ilha do Retiro, o Sport deve repetir a escalação utilizada, com a exceção podendo ser a entrada de Rodney Wallace no lugar de Renê.

No último domingo, o costarriquenho esteve na Rússia, onde atuou por cerca de 25 minutos na vitória da seleção do seu país contra os russos, por 4x3, seguindo depois para Chapecó para se juntar à delegação leonina. Por conta desse desgaste, Rodney pode ser poupado e o reserva Renê mantido.

Em contrapartida, não teria sentido fazer todo o esforço para Rodney Wallace se apresentar para o jogo e não utilizá-lo, principalmente sendo uma partida decisiva. Se depender do Departamento Médico, ele será liberado. "Claro que foi uma viagem longa, mas ele chegou bem, não reclamou de dores e vai para o jogo", afirmou o médico José Venâncio.

Na movimentação da terça, já em Chapecó, Rodney participou normalmente entre os 11 titulares. Com apenas duas vitórias fora de casa, sendo uma contra o Santa Cruz, no Arruda, e dois empates, o Sport precisa melhorar o aproveitamento longe de seus domínios. "Sabemos que a Chapecoense vem de três derrotas, mas precisamos de muita concentração. Vencer fora é nossa obrigação pela situação que nos encontramos", comentou o zagueiro Matheus Ferraz.

Chapecoense 

Sem vencer há quatro jogos, vindo de três derrotas seguidas, a equipe comandada por Caio Júnior busca a reabilitação no Brasileirão. Se antes a Chape fazia uma campanha segura, agora já está a apenas cinco pontos da zona de rebaixamento. E a missão poderá ser complicada se for levado em conta o desempenho dos catarinenses na Arena Condá. Com apenas 21 pontos ganhos em seus domínios, a Chapecoense tem o 17º melhor aproveitamento em casa, perdendo apenas para Cruzeiro, Santa Cruz e América/MG.

Ficha do jogo 

Chapecoense
Danilo; Gimenez, Neto, Thiego e Dener; Matheus Biteco, Sérgio Manoel, Cleber Santana, Alan Ruschel e Ananias; Kempes. Técnico: Caio Júnior.

Sport
Magrão; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Ronaldo Alves e Rodney Wallace (Renê); Rithely, Paulo Roberto, Everton Felipe, Diego Souza e Gabriel Xavier; Rogério. Técnico: Oswaldo de Oliveira.

Local: Arena Condá (Chapecó). Horário: 11h. Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP). Assistentes: Alex Ribeiro e Anderson José de Moraes Coelho (ambos de SP). Transmissão: Premiere. 

 

Veja também

Mesmo com novos leitos, redes pública e privada de Pernambuco estão sob pressão
COVID-19

Mesmo com novos leitos, redes pública e privada de Pernambuco estão sob pressão

Recife vai integrar consórcio de prefeituras para aquisição de vacinas, anuncia João Campos
PANDEMIA

Recife vai integrar consórcio de prefeituras para aquisição de vacinas, anuncia João Campos