Sport vacila e sofre virada do Botafogo

Diego Souza chegou a perder um pênalti quando o placar apontava 1x1

Tudo parecia conspirar a favor, mas os deuses da bola brincaram com a lógica a castigaram o Sport. Nesta quarta-feira (26), o Leão acabou derrotado de virada para o Botafogo, por 2x1, no Engenhão, em jogo válido pela ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Com o placar, por conta do gol marcado fora de casa, o Leão precisa vencer por 1x0 no jogo de volta, na Ilha do Retiro, dia 31 de maio, para conseguir a classificação para as quartas de final.

A primeira etapa começou seguindo o "protocolo futebolístico", com o time mandante tomando a iniciativa de jogo e o visitante mais precavido, priorizando a marcação. Porém, essa previsibilidade foi quebrado rapidamente. E com uma pintura. Aos oito minutos, em jogada bem tramada, Lenis ajeitou para Samuel Xavier emendar uma bomba de primeira e acertar o canto de Gatito Fernández, anotando um golaço e abrindo o placar no Engenhão. Sem muita inspiração, o Botafogo chegava mais em bolas paradas ou cruzamentos sem muito perigo. No final da primeira etapa, Bruno Silva tomou o segundo amarelo e foi expulso.

Na etapa final, em vantagem numérica, o Leão mesclou incompetência com azar para tomar a virada. No efeito inverso do primeiro tempo, os pernambucanos até começaram bem, mas o Botafogo foi esperto e aproveitou um contra-ataque para empatar a partida. Em jogada faltosa, Airton roubou bola de Rithely e acionou Guilherme.

No mano a mano com Matheus Ferraz, ele chutou rasteiro para deixar tudo igual. A grande chance de voltar a figurar na frente do marcador veio em forma de pênalti, aos 26 minutos. Na cobrança, Diego Souza optou pela batida com força e parou no goleiro botafoguense. Dez minutos depois, Matheus Ferraz acertou a trave. O castigo final veio um minuto depois, novamente com Guilherme levando a melhor em duelo com Matheus Ferraz, batendo com categoria e dando a vitória para os cariocas.


BOTAFOGO 2
Gatito Fernández, Emerson Santos, Joel Carli (Marcelo), Emerson Silva e Víctor Luís; Aírton (Matheus), Bruno Silva, João Paulo e Camilo (Rodrigo Pimpão); Rodrigo Pimpão e Sassá. Técnico: Jair Ventura

SPORT 1
Magrão, Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Durval e Eugenio Mena; Fabrício (André), Ronaldo (Rodrigo), Rithely, Diego Souza e Rogério; Lenis (Everton Felipe). Técnico: Ney Franco.

Local: Engenhão (Rio de Janeiro).
Árbitro: Bráulio da Silva Machado (SC). Assistentes: Kleber Lúcio Gil e Neuza Ines Back (ambos de SC).
Gols: Samuel Xavier (aos 8 do 1ºT) e Guilherme (aos 11 e aos 37 do 2ºT).
Cartões amarelos: Guilherme, Rodrigo Silva, Emerson Silva e Rodrigo Pimpão (Botafogo). Samuel Xavier, Ronaldo, Mena, Rodrigo e Fabrício (Sport).
Cartão vermelho: Bruno Silva (Botafogo).
Público: 12.271. Renda: R$ 199.730,00.



Veja também

Pernambuco registra 1.450 novos casos e 29 óbitos por Covid-19
Coronavírus

Pernambuco registra 1.450 novos casos e 29 óbitos por Covid-19

Covid-19: entidade orienta sobre vacinação em pacientes reumáticos
Saúde

Covid-19: entidade orienta sobre vacinação em pacientes reumáticos