STF tem maioria contra recurso de Lula em julgamento virtual

Recurso protocolado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é contra a decisão do plenário da Corte que negou um habeas corpus antes de ele ser preso, em abril

Em abril, por 6 votos a 5, o Supremo negou liberdade a LulaEm abril, por 6 votos a 5, o Supremo negou liberdade a Lula - Foto: Mauro Pimentel/AFP

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) votou contra mais um recurso para garantir liberdade ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Até o momento, o placar do julgamento está em 7 a 1 e é realizado em ambiente virtual, quando os ministros do STF podem decidir remotamente sobre uma questão que trate de temas com jurisprudência já consolidada.

O recurso protocolado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é contra a decisão do plenário da Corte que negou um habeas corpus antes de ele ser preso, em abril.

Leia também:
Celso de Mello, do STF, nega liminar para suspender decisão do TSE sobre Lula
Palocci diz em depoimento que Lula atuava diretamente em pedido de propina


Já votaram sobre a questão os ministros Edson Fachin, relator, Alexandre de Moraes, Dias Toffoli, Luís Roberto Barroso, Gilmar Mendes e Rosa Weber. O período da votação eletrônica será encarrado às 23h59.

Lula está preso desde 7 de abril na superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde cumpre pena de 12 anos e um mês imposta pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) no caso do triplex no Guarujá, em São Paulo.

Veja também

Democratas e republicanos levam EUA a dívida recorde
Economia dos EUA

Democratas e republicanos levam EUA a dívida recorde

Caruaru começa campanha de vacinação contra a Covid-19
Vacina em Pernambuco

Caruaru começa campanha de vacinação contra a Covid-19