Notícias

STF tem maioria contra recurso de Lula em julgamento virtual

Recurso protocolado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é contra a decisão do plenário da Corte que negou um habeas corpus antes de ele ser preso, em abril

Em abril, por 6 votos a 5, o Supremo negou liberdade a LulaEm abril, por 6 votos a 5, o Supremo negou liberdade a Lula - Foto: Mauro Pimentel/AFP

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) votou contra mais um recurso para garantir liberdade ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Até o momento, o placar do julgamento está em 7 a 1 e é realizado em ambiente virtual, quando os ministros do STF podem decidir remotamente sobre uma questão que trate de temas com jurisprudência já consolidada.

O recurso protocolado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é contra a decisão do plenário da Corte que negou um habeas corpus antes de ele ser preso, em abril.

Leia também:
Celso de Mello, do STF, nega liminar para suspender decisão do TSE sobre Lula
Palocci diz em depoimento que Lula atuava diretamente em pedido de propina


Já votaram sobre a questão os ministros Edson Fachin, relator, Alexandre de Moraes, Dias Toffoli, Luís Roberto Barroso, Gilmar Mendes e Rosa Weber. O período da votação eletrônica será encarrado às 23h59.

Lula está preso desde 7 de abril na superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde cumpre pena de 12 anos e um mês imposta pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) no caso do triplex no Guarujá, em São Paulo.

Veja também

Pernambuco recebe nova remessa de doses de vacina da Janssen
imunização

Pernambuco recebe nova remessa de doses de vacina da Janssen

Rússia anuncia rendição de 265 combatentes ucranianos de Azovstal
Guerra na Ucrânia

Rússia anuncia rendição de 265 combatentes ucranianos de Azovstal