Coronavírus

Subvariante BA.5 da Ômicron é detectada e já circula em Pernambuco

Identificação foi possível após novo sequenciamento genético, que encontrou nove genomas da BA.5, entre 146 amostras positivas

Sequenciamento genético identificou subvariante da ômicron BA.5 em PernambucoSequenciamento genético identificou subvariante da ômicron BA.5 em Pernambuco - Foto: Miva Filho/SES-PE

Em novo sequenciamento genético, realizado pelo Instituto Aggeu Magalhães (IAM/Fiocruz-PE), em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), divulgado nesta quarta-feira (22), foi identificado que a subvariante BA.5 da Ômicron já está circulando em Pernambuco. Entre as 146 amostras positivas analisadas, nove foram identificadas como da BA.5. As amostras foram coletadas entre janeiro e junho deste ano.

Os nove genomas foram de coletas realizadas entre os dias 26 de maio e 1º de junho, em pacientes residentes dos municípios de Recife, Macaparana e São Bento do Una, sendo sete mulheres e dois homens, com idades entre 15 e 85 anos. Desses, apenas dois estavam com esquema vacinal completo e um dos pacientes havia tomado apenas uma dose da vacina contra a Covid-19. Seis foram assintomáticos e outros três apresentaram sintomas.

Os outros 137 genomas processados também foram da linhagem Ômicron, com coletas realizadas entre janeiro e junho, em pacientes residentes dos municípios de Barra de Guabiraba, Camaragibe, Caruaru, Garanhuns, Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Paulista, Recife, Salgueiro, Vitória de Santo Antão, além do arquipélago de Fernando de Noronha. 

Na semana passada, Pernambuco já havia confirmado a circulação da subvariante BA.4 da Ômicron no Estado. Neste novo sequenciamento, 38 amostras foram identificadas como da sublinhagem BA.4.

"Continuamos atentos à vigilância genômica do novo coronavírus, monitorando frequentemente a circulação das variantes no território pernambucano. A entrada das sublinhagens BA.4 e BA.5 reforça ainda mais a importância da vacinação contra a Covid-19, inclusive das doses de reforço. Importante lembrar que Pernambuco já autorizou a aplicação da quarta dose (ou segunda dose de reforço) da vacina contra a Covid-19 nas pessoas a partir dos 40 anos de idade. Estas doses proporcionam o aumento da quantidade de anticorpos no organismo, ampliando a proteção e reduzindo a chance de infecção ou reinfecção, assim como formas graves da doença e óbitos", alerta a secretária executiva de Vigilância em Saúde da SES-PE, Patrícia Ismael.

Ainda nas estratégias de vigilância, a Secretaria continua enviando aos aos municípios pernambucanos testes rápidos de antígeno para que as gestões locais qualifiquem suas estratégias. Neste mês, foram mais de 69,2 mil unidades ofertadas para cidades espalhadas por todas as regiões do Estado - somente na última semana, a Secretaria entregou 62,4 mil testes. O Estado segue em contato com as gestões municipais para que as cidades solicitem à Secretaria os insumos para a testagem de seus munícipes. A SES-PE conta com mais de 1,1 milhão de testes rápidos de antígeno em estoque.

Veja também

Mega-Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 43 milhões
Loteria

Mega-Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 43 milhões

 Dez mortos em disparo de míssil russo contra prédio de apartamentos em Odessa
Guerra na Ucrânia

Dez mortos em disparo de míssil russo contra prédio de apartamentos em Odessa