Surto de ebola no Congo tem novos casos registrados

Surto da doença já soma 21 casos confirmados no noroeste da República Democrática do Congo (RDC). Desse total, quatro ocorreram em área urbana, segundo fontes oficiais.

Epidemia de ebola na República Democrática do CongoEpidemia de ebola na República Democrática do Congo - Foto: Mark Naftalin/Unicef/AFP

O número de casos confirmados do surto de ebola no noroeste da República Democrática do Congo (RDC) já chegou a 21, dos quais quatro em área urbana, informaram hoje (20) fontes oficiais. Até sábado (19), havia 46 casos em estudo por causa de febre hemorrágica: os 21 confirmados, 21 prováveis e quatro suspeitos, de acordo com dados divulgados na madrugada de hoje (20) pelo Ministério de Saúde do país.

Quatro novas confirmações se somaram desde o último relatório oficial, publicado um dia antes. Um deles é mais outro em Wangata, dentro da área urbana da cidade de Mbandaka - capital da província do Equador (noroeste), com cerca de 1 milhão de habitantes -, onde já tinham sido reportados três casos.

Dentro desta lista, 26 pessoas já morreram, mas só dois foram casos confirmados em laboratório. Para combater o surto, o governo prepara uma campanha de vacinação na região afetada, que começa nesta segunda-feira (21).

Este é o nono surto de ebola na RDC desde que se descobriu o vírus em 1976 neste país, quando ainda se chamava Zaire.

Veja também

Em gesto de boicote, senadores abandonam depoimento de defensores de tratamento ineficaz
CPI da Covid

Em gesto de boicote, senadores abandonam depoimento de defensores de tratamento ineficaz

Bolsonaro volta a atacar lockdown de Araraquara e prefeito diz que presidente fala inverdades
Política

Bolsonaro volta a atacar lockdown de Araraquara e prefeito diz que presidente fala inverdades