Suspeita de bomba atrasa voo no Aeroporto do Recife

Segundo a PF, um homem de 64 anos, disse que estava portando líquidos inflamáveis e explosivos na mala que mão que transportava

Aeroporto do RecifeAeroporto do Recife - Foto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

Uma ameaça de bomba dentro de uma aeronave que saía do Aeroporto Internacional do Recife com destino a Natal, no Rio Grande do Norte, atrasou voo nessa quarta-feira (14).

Segundo o assessor de Comunicação da Polícia Federal de Pernambuco (PF/PE), Giovanni Santoro, o voo da empresa aérea Azul estava previsto para partir do Recife às 13h30 quando um homem de 64 anos, natural de Juazeiro do Norte, no Ceará, e que já tinha feito todos os procedimentos de embarque, disse que estava portando líquidos inflamáveis e explosivos na mala que mão que transportava, e em seguida afirmou para uma comissária de bordo que se tratava de uma bomba.

Leia também:
Sete lojas são notificadas pelo Ipem-PE no Aeroporto do Recife
Bomba mata 34 passageiros em ônibus no Afeganistão
Explosão de carro-bomba mata 17 pessoas na Somália
Aeroporto do Recife tem alta de 8,8% na movimentação de cargas


"Após ser informado sobre a situação, o comandante da aeronave acionou a Polícia Federal e a Infraero, que deram início aos procedimentos de segurança, desembarcando toda a tripulação da aeronave e fazendo vistorias no suspeito e na bagagem que ele carregava", afirmou.

Ainda de acordo com Santoro, após o procedimento de segurança ter sido feito, foi confirmado que não havia nenhuma ameaça ou substância explosiva dentro da bagagem de mão do homem e que tudo se tratava de uma mentira. "Ele foi ouvido e, durante depoimento, disse que tudo era uma brincadeira e que não pensava que a situação iria acabar dessa forma. Em seguida, o homem foi liberado, mas pode responder posteriormente pelo artigo 261 do Código Penal, que diz ser crime expor a perigo embarcação ou aeronave, onde a pena é de dois a cinco anos", contou.

Após os transtornos, o voo com destino a Natal foi liberado por volta das 17h, e o homem não foi seguiu na aeronave.

Veja também

Pernambuco lança campanha de enfrentamento à violência contra a pessoa idosa
idosos

Pernambuco lança campanha de enfrentamento à violência contra a pessoa idosa

Empresas admitem que promover minorias a cargos mais altos é um desafio
emprego

Empresas admitem que promover minorias a cargos mais altos é um desafio