Rio de Janeiro

Suspeitas de tortura durante operação policial em favela do Rio

O Ministério Público Federal abriu uma investigação sobre possíveis violações dos direitos humanos ocorridas durante a operação

Operação policial deixam mais de 20 motos, incluindo uma mulher que foi vítima de bala perdidaOperação policial deixam mais de 20 motos, incluindo uma mulher que foi vítima de bala perdida - Foto: Mauro Pimentel / AFP

Alguns dos corpos encontrados após a operação policial que matou mais de 20 pessoas em uma favela do Rio de Janeiro mostravam sinais de tortura e execução sumária, descreveu à AFP nesta quinta-feira o procurador da Comissão de Direitos Humanos da OAB-RJ, Rodrigo Mondego.

"Conseguimos chegar até um cadáver que estava com o rosto cheio de um pó branco. Parecia cocaína. Quem o matou fez ele comer ou esfregou cocaína na cara dele, o que caracteriza tortura", indicou Mondego, acrescentando que houve depoimentos de pessoas mortas a faca.

Segundo o relatório mais recente das autoridades sanitárias, 26 pessoas morreram durante a operação policial dessa terça-feira (24) na favela Vila Cruzeiro, incluindo uma mulher que foi vítima de bala perdida. A polícia do Rio de Janeiro, no entanto, revisou nesta quinta-feira (26) o número de mortos para 23, explicando que três corpos procediam de uma favela localizada a 5 km de distância, onde há confrontos entre narcotraficantes.

Mondego disse que visitou a Vila Cruzeiro com membros da Defensoria Pública durante a operação, a pedido de representantes de uma associação de moradores. "Existem indicativos de execução. Segundo relatos de testemunhas, pessoas já rendidas na mata foram executadas", na parte alta da favela.

Segundo Mondego, o próprio relatório da operação policial reforça essas suspeitas de execuções extrajudiciais: “Pelas estatísticas internacionais, nunca vimos tiroteio onde morrem mais de 20 pessoas de um lado e nenhuma do outro."

O Ministério Público Federal abriu uma investigação sobre "possíveis violações" dos direitos humanos cometidas por agentes na Vila Cruzeiro.

Veja também

Pernambuco volta a ter voo direto para Buenos Aires; confira horários e preços
Internacional

Pernambuco volta a ter voo direto para Buenos Aires; confira horários e preços

Dois ministros britânicos renunciam em protesto contra primeiro-ministro, salpicado por escândalos
Inglaterra

Dois ministros britânicos renunciam em protesto contra primeiro-ministro, salpicado por escândalos