Suspeito de assalto é morto por PM após reagir à ordem de prisão no Recife

Policial militar passava por local do assalto, quando ordenou que o homem se entregasse, mas ele reagiu

Crime ocorreu na rua André Dias de Figueiredo, no bairro do BarroCrime ocorreu na rua André Dias de Figueiredo, no bairro do Barro - Foto: Reprodução/Google Street View

Um suspeito de assalto foi morto por um policial militar na manhã desta terça-feira (16), no bairro do Barro, na Zona Oeste do Recife. Segundo a Polícia Militar de Pernambuco (PMPE), o homem - que ainda não foi identificado - estava acompanhado de outro assaltante quando abordou, por volta das 6h15, uma auxiliar de serviços gerais que se dirigia ao trabalho.

O caso ocorreu na rua André Dias de Figueiredo, próximo a um posto de combustíveis. De acordo com o delegado Carlos Couto, que investigará o caso, a mulher correu com um colega de trabalho atrás dos assaltantes após ter celular, documentos, carteira e cartões levados pela dupla. 

Leia também:
Morador atira em suspeito que tentou roubar sua casa no Recife
Corpo de homem é achado na linha férrea do Metrô do Recife

"Os dois juntos começaram a gritar 'assalto! assalto!'", detalhou o delegado. Um policial militar ouviu os gritos e mandou o suspeito se entregar, mas ele não acatou a ordem de prisão e reagiu. O militar, que é lotado no Batalhão de Polícia de Guarda (BPGd), disparou e acertou o suspeito nas costas, que não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local. O outro homem que participou do assalto conseguiu fugir. 

"O policial falou cerca de seis vezes para ele parar e botar a mão na cabeça e o suspeito não se entregou", acrescentou Carlos Couto. A ocorrência será encaminhada ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que ficará responsável pelas investigações. Um inquérito policial foi instaurado para apurar as circunstâncias e a identidade do suspeito.

O policial que atirou no suspeito foi ouvido no DHPP e liberado em seguida. Ele não deverá responder a uma possível sindicância, uma vez que, segundo o delegado Carlos Couto, agiu "em estrito cumprimento do seu trabalho". 

O corpo do suspeito foi removido e conduzido ao Instituto Médico Legal (IML), no bairro de Santo Amaro, na área central do Recife.

Veja também

Covid-19: ministério registra 34,4 mil casos e 643 mortes em 24 horas
BRASIL

Covid-19: ministério registra 34,4 mil casos e 643 mortes em 24 horas

Pernambuco ganha lei que concede anistia de IPVA vencidos em 2020 para motos
QUITAÇÃO DE DÍVIDAS

Pernambuco ganha lei que concede anistia de IPVA vencidos em 2020 para motos