Suspeito de assalto morre após luta corporal com taxista em Setúbal

Delegada diz que Ricardo Florentino Vicente havia passado dez anos preso em São Paulo; irmã confirma que ele tinha costume de assaltar taxistas

Assalto ocorreu em SetúbalAssalto ocorreu em Setúbal - Foto: Brenda Alcântara/Folha de Pernambuco

Um homem foi atingido por um tiro e morreu, no início da tarde desta segunda-feira (22), no início da rua Sá e Souza, em Setúbal, Boa Viagem, Zona Sul do Recife. Identificado como Ricardo Florentino Vicente, 40 anos, ele teria tentado assaltar um taxista, que reagiu e, durante a luta corporal, a arma disparou. O caso foi registrado pela Força-Tarefa de Homicídios do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

"Eu acredito que ele (Ricardo) estava tentando praticar um assalto, porque ele já tinha passado dez anos preso em São Paulo", disse a delegada Euricélia Nogueira, da Força-Tarefa. A informação foi confirmada pela irmã do rapaz, Aline Maria José da Silva, 25. "Ele voltou há oito meses para cá e tinha esse costume de assaltar taxista", disse. Recentemente, segundo a moça, a esposa de Ricardo se separou dele justamente por ele estar "fazendo coisa errada". 

O local do crime - próximo a um centro espírita e uma casa de eventos - foi isolado, com a presença das polícias Militar e Civil. Ambas aguardam a chegada do Instituto de Criminalística (IC) para realizar a perícia. O Instituto Médico Legal (IML) também foi acionado para remover o corpo.

Veja também

Homem é espancado por grupo de pessoas em confusão por som alto no Janga, em Paulista
Violência

Homem é espancado por grupo de pessoas em confusão por som alto no Janga, em Paulista

Letalidade menor da Covid-19 eleva dúvidas sobre confinamentos, diz epidemiologista
Entrevista

Letalidade menor da Covid-19 eleva dúvidas sobre confinamentos, diz epidemiologista