Suspeito de envolvimento em assassinato de Beatriz é preso na Bahia

O homem, suspeito de assaltos a estabelecimentos comerciais e dois estupros, foi detido por policiais militares baianos

Fórum de diálogo do Pernambuco Com Elas reúne secretarias estaduais, reitores e coordenadores de universidades e do Instituto Federal, além de integrantes de consultorias, do Conselho de Educação e da Alepe.Fórum de diálogo do Pernambuco Com Elas reúne secretarias estaduais, reitores e coordenadores de universidades e do Instituto Federal, além de integrantes de consultorias, do Conselho de Educação e da Alepe. - Foto: Diego Galba / VG

Um homem suspeito de envolvimento no assassinato de Beatriz Angélica Mota, de 7 anos, em uma festa do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, em Petrolina, no Sertão, foi preso em Remanso, na Bahia, na última terça-feira (3).

Ele foi detido por policiais baianos por envolvimento em assaltos a estabelecimentos comerciais e dois estupros. Os militares acharam a feição do detido parecida com a do homem que aparece em imagens e é apontado como executor do crime.

De acordo com a Policia Civil, serão feitos exames para um comparativo com o material colhido pela perícia no local do crime. Beatriz foi assassinada com 42 facadas em dezembro de 2015. Ainda segundo a polícia, a delegada Gleide Ângelo e os peritos trabalham em Petrolina, no Sertão.

Veja também

Biden toma posse como presidente dos EUA em meio a crises sanitária e de segurança
Estados Unidos

Biden toma posse como presidente dos EUA em meio a crises sanitária e de segurança

Anvisa não fará retrabalho ao avaliar novo pedido de mais doses do Butantan, diz gerente
Entrevista

Anvisa não fará retrabalho ao avaliar novo pedido de mais doses do Butantan, diz gerente