Polícia

Suspeito de estuprar pelo menos 14 vítimas é preso em Jaboatão

De acordo com a polícia, algumas das vítimas são menores de 18 anos

Delegadas apresentaram a prisão em coletiva, no RecifeDelegadas apresentaram a prisão em coletiva, no Recife - Foto: Divulgação/Polícia Civil de Pernambuco

Um homem de 38 anos suspeito de estupro de vulnerável contra várias vítimas foi recapturado pela Polícia Civil de Pernambuco, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife (RMR). Ele foi preso na última terça-feira (27), conseguiu escapar da delegacia, mas terminou detido novamente. A prisão foi divulgada nesta terça-feira (4).

De acordo com a polícia, até o momento, foram confirmadas 14 vítimas através de reconhecimento e exames de DNA. Algumas das vítimas são menores de 18 anos.

A corporação informou, em coletiva de imprensa nesta terça-feira, no Recife, que o suspeito tinha o mesmo modus operandi ao abordar as vítimas. Primeiramente, ele, montado em uma motocicleta, anunciava um assalto com um facão em uma área de pouca movimentação de pessoas.

Depois, conduzia as vítimas para uma área de mata, onde cometia o estupro. Ele fugia de moto com o objeto do roubo e, segundo a polícia, exigia silêncio das vítimas sob ameaça de morte.

O caso estava sendo apurado pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) de Paulista, também na RMR. 

"As investigações foram iniciadas em agosto de 2020. O primeiro caso chegou na delegacia nessa época. Pouco tempo depois, cerca de duas semanas, [foi denunciado] um outro crime de estupro com essas mesmas características, uma maneira muito peculiar de executar o crime", informou a titular da DPCA de Paulista, a delegada Mariana Vilas Boas.

A prisão do suspeito ocorreu por um trabalho conjunto entre a DPCA e Delegacia de Mulher de Paulista, que unificaram as investigações. 

"Essa atuação em conjunto culminou na identificação do autor e sua respectiva prisão. São 14 confirmadas, mas sabemos que há outras, pois várias vítimas reconheceram o agressor através de imagens veiculadas em redes sociais do momento que ele foi preso", completou a delegada.

Mariana Vilas Boas acrescenta que a polícia investiga indícios de que o suspeito participava de uma associação criminosa para roubar motos e em seguida revendê-las.

A delegada da Mulher de Paulista, Larissa Azedo, também forneceu detalhes sobre a prisão. "As investigações estavam bem avançadas e encontramos o elo do autuado com os estupros que a gente vinha investigando. Representamos pela preventiva dele, que foi deferida", informou.

"Infelizmente, é um crime muito cruel e difícil para as vítimas denunciarem, reviverem esse momento. Fazemos um apelo para que a gente possa punir e precisamos para isso dos registros. Se alguma mulher foi vítima de estupro nessas circunstâncias, compareça à delegacia da sua região e comunique", completou Larissa.

O suspeito foi encaminhado para o Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, na Região Metropolitana do Recife.

Veja também

Defesa civil dos municípios da RMR registram ocorrências por conta das chuvas
Chuvas

Defesa civil dos municípios da RMR registram ocorrências por conta das chuvas

Testes de anticorpos após vacina contra Covid-19 são incapazes de garantir a eficácia do imunizante
Coronavírus

Testes de anticorpos após vacina contra Covid-19 são incapazes de garantir a eficácia do imunizante