Suspeito de matar brasileira na Austrália é preso no Rio de Janeiro

Engenheiro Mário Marcelo Ferreira dos Santos é acusado pelo assassinato de Cecília Haddad, em maio

Cecília Haddad foi morta em abril, durante visita de Mário à AustráliaCecília Haddad foi morta em abril, durante visita de Mário à Austrália - Foto: Reprodução/Facebook

O engenheiro suspeito de matar a ex-namorada brasileira na Austrália foi preso nesse sábado (7), no Rio. As informações foram divulgadas pela Polícia Civil.

Mário Marcelo Ferreira dos Santos, de 40 anos, estava foragido e foi localizado por agentes da 18ª Delegacia de Polícia na residência de familiares, em Botafogo, na zona sul da cidade. O engenheiro é acusado de ter assassinado Cecília Hadadd, de 38 anos, em maio deste ano.

Os policiais cumpriram o mandado de prisão preventiva, que foi expedido pela 2ª Vara Criminal da capital na última quarta-feira (4). De acordo com a delegada Elisa Borboni, titular da 18ª DP, a prisão ocorreu após amplo trabalho investigativo.

Leia também:
Justiça do Rio pede prisão de acusado de matar ex-namorada na Austrália
Morre australiano condenado por pedofilia e atropelado em Copacabana

O corpo de Cecília foi encontrado no dia 29 de abril, no Rio Lane Cover, em Sidney, na Austrália, onde a vítima morava. Acionada pela família, a Divisão de Homicídios (DH) deu início às investigações. Além de ouvir familiares, houve a análise pericial. Dessa forma, foi possível comprovar a morte de Cecília por asfixia mecânica e chegar ao autor do crime, que foi denunciado por feminicídio.

Antes de ser encontrado e preso em Botafogo, equipes da DH fizeram buscas na casa de Mário Marcelo e dos pais dele, na Avenida Atlântica, em Copacabana.

Veja também

Amazonas receberá cota extra de vacinas para frear pandemia
Coronavírus

Amazonas receberá cota extra de vacinas para frear pandemia

Avião com doses da vacina de Oxford, produzida na Índia, chega ao Rio
Coronavírus

Avião com doses da vacina de Oxford, produzida na Índia, chega ao Rio