Suspeito de matar motorista de aplicativo é preso em Caetés

Conhecido como Chupeta, o suspeito é investigado por homicídio qualificado consumado

Em coletiva, PCPE informou que o suspeito foi levado ao Cotel, onde cumpre mandado de prisão temporáriaEm coletiva, PCPE informou que o suspeito foi levado ao Cotel, onde cumpre mandado de prisão temporária - Foto: Divulgação/Polícia Civil

Após dias foragido, Elder da Costa Araújo, conhecido como chupeta, foi preso pela Polícia Civil de Pernambuco (PCPE), na última terça-feira (19), quando tomava caldo de cana em Caetés, em Paulista, na Região Metropolitana do Recife. 

O homem é suspeito de ter matado Felipe Miranda de Araújo, motorista de um aplicativo, no dia 7 de janeiro deste ano, no Alto São Miguel, em Abreu e Lima, também na RMR.

A suspeita é de que o crime tenha sido uma emboscada, uma vez que Elder não realizou a solicitação de corrida pelo aplicativo, mas, sim, através de uma ligação.

Em um momento de descuido, o suspeito foi surpreendido por uma abordagem policial, por volta das 9h da manhã da terça. De acordo com Bruno de Ugalde, Delegado da 6ª DHP Paulista, o indivíduo não esboçou reação ao ser surpreendido, e confessou o crime. Ainda segundo o delegado, até o dia da prisão, o indivíduo estava residindo em uma combi emprestada por um conhecido.

Na ação criminosa, Elder contou com a ajuda de um comparsa, que não teve sua identidade revelada. Esse segundo homem ainda não foi encontrado pela PCPE. 

Leia também:
Caso do rapaz morto por segurança pode mudar para homicídio doloso
Suspeitos de homicídio e latrocínio são alvos de operação em Petrolina, no Sertão
Investigado por cinco homicídios, 'Feio' é preso em Ipojuca


Ainda segundo o delegado, em seu relatório o suspeito disse que o crime teria sido motivado por vingança. De acordo com Elder, em 2017, a vítima teria praticado uma tentativa de homicídio, na qual Felipe realizou um disparo de arma de fogo em direção à sua barriga.

Na ocasião, Elder foi socorrido para o hospital Miguel Arraes. A polícia confirmou esse acontecimento, mas não afirmou ter sido o motorista de aplicativo o autor do crime. O indivíduo disse, também, que Felipe tinha envolvimento com tráfico de drogas, informação que também não foi confirmada pelos policiais.

Chupeta é investigado por homicídio qualificado consumado. Ele foi encaminhado ao Centro de Observação e Triagem Everardo Luna (Cotel), onde cumpre mandado de prisão temporária, de trinta dias.

Veja também

Secretário de Saúde de Pernambuco critica entraves diplomáticos que afetam vacinação no Brasil
Covid-19

Longo critica entraves diplomáticos à vacina: "Não podem colocar em xeque a saúde dos brasileiros"

Mega-Sena acumula e prêmio vai para R$ 22 milhões
Economia

Mega-Sena acumula e prêmio vai para R$ 22 milhões