Recife

Presos por morte de mulher no Recife usaram maçarico improvisado no crime, diz delegado

Segundo o gestor do DHPP, suspeitos atearam fogo na vítima com um tubo de desodorante e isqueiro

Delegado Bruno Magalhães (à direita) explicou a dinâmica do crimeDelegado Bruno Magalhães (à direita) explicou a dinâmica do crime - Foto: Divulgação/Polícia Civil de Pernambuco

Os homens presos por matar carbonizada uma mulher de 18 anos usaram um maçarico improvisado feito com um tubo de desodorante e um isqueiro, disse o gestor do Departamenho de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o delegado Bruno Magalhães, em coletiva de imprensa nesta quarta-feira (21).

O crime ocorreu no domingo (19), no bairro da Bomba do Hemetério, Zona Norte do Recife. Os suspeitos foram presos em suas residências, nessa terça-feira (20), por policiais da 5ª Delegacia de Polícia de Homicídios. 

"Vamos aguardar o laudo do IML para confirmar a causa da morte. Eles confessaram de forma fria. As imagens, a família e todo mundo apontavam eles como autores", pontuou o delegado.

O corpo da jovem foi achado em um terreno baldio. De acordo com a polícia, a vítima teria entrado no local, próximo à Estrada Velha de Água Fria, com os dois homens no dia da morte. "Foi um crime de repercussão. Conseguimos imagens da rua que mostram os suspeitos pulando o muro. Lá dentro, a mulher foi morta. A população também ajudou na busca deles", explicou Bruno Magalhães.

O crime, com requintes de crueldade, foi motivado por drogas, segundo o delegado. "[Os suspeitos] Falaram [em depoimento] que eram usuários de drogas e, por conta de desentendimentos, eles premeditaram o crime. Chamaram ela para o local, tiveram relações sexuais e após o crime, esganaragam, colocaram um gargalo de garrafa no pescoço da vítima e tocaram fogo nela", acrescentou o delegado.

Um dos suspeitos já teve passagem pela polícia, segundo o delegado. Ambos foram autuados por homicídio qualificado, consumado, sem defesa da vítima e por motivo cruel. Os dois permanecem na sede do DHPP, no bairro do Cordeiro, Zona Oeste do Recife, e serão encaminhados posteriormente à audiência de custódia.

Veja também

Aumento de indicadores da Covid-19 leva Jaboatão a suspender retorno de aulas para educação infantil
Coronavírus

Aumento de indicadores da Covid-19 leva Jaboatão a suspender retorno de aulas para educação infantil

Pela última vez, Trump perdoa peru pelo Dia de Ação de Graças
EUA

Pela última vez, Trump perdoa peru pelo Dia de Ação de Graças