PERNAMBUCO

Suspensão de aulas por conta de casos da Covid-19 já era prevista pelo comitê do Estado

Coletiva do Governo do Estado de Pernambuco com André Longo e Bruno SchwambachColetiva do Governo do Estado de Pernambuco com André Longo e Bruno Schwambach - Foto: Djair Pedro/SEI

Em entrevista coletiva remota nesta quinta-feira (22), o secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo, informou que a suspensão de aulas por causa de estudantes infectados com o novo coronavírus já estava prevista no protocolo de retomada das aulas presenciais. 

Duas unidades de ensino particulares do Recife, o Colégio Damas e o Colégio Grande Passo, suspenderam aulas presenciais por confirmação de casos da Covid-19 entre os estudantes. "Por parte do comitê, nós avaliamos isso como uma situação previsível, prevista dentro dos nossos protocolos", informou Longo.

O retorno das aulas presenciais em Pernambuco se iniciou no dia 13 de outubro para as escolas particulares e, no dia 21, para escolas da rede estadual - dias depois das particulares devido à mobilização de trabalhadores da rede estadual de ensino contra a retomada. Nos dois colégios privados, já na segunda semana de retomada, foi necessária a suspensão presencial por conta de casos confirmados da Covid-19. 

Segundo Longo, o protocolo também prevê casos do novo coronavírus em trabalhadores das unidades de ensino. "Procuramos construir um protocolo que pudesse abranger todas as questões que poderiam estar envolvidas nesse processo de retomada, desde a estruturação das escolas até o processo de vigilância que passava por um monitoramento, pela avaliação das condições com que os alunos chegavavm as escolas até a possibilidade de eventuais necessidades de isolamento e de testagem", informou o secretário. 

De acordo com André Longo, o momento em que a retomada das atividades escolares presenciais foram liberadas foi o mais adequado. "Esse era um processo que estava previsto, a gente sempre tem dito que o vírus continua circulando e, não necessáriamente, esta contaminação se deu no ambiente escolar, ela pode ter se dado fora do ambiente escolar. O fato de as escolas estarem precocemente adotando medidas que estão previstas no protocolo reforçam que todas estão realmente antenadas com esse processo, procurando garantir segurança na retomada das atividades", salientou Longo. 

Na avaliação do Comitê de Enfrentamento à Covid-19 os dados da doença no Estado ainda estão em queda quando comparados com dados colhidos no começo de março. "Estaremos sempre monitorando todas as ocorrências junto com as secretarias municipais de Saúde, acompanhando os números e buscando garantir toda a segurança para esse processo de retomada das atividades escolares", garantiu o secretário. 

Veja também

ONU condena 'racismo estrutural' no Brasil após assassinato de João Alberto
Racismo

ONU condena 'racismo estrutural' no Brasil após assassinato de João Alberto

Cisam, na Encruzilhada, ganhará centro de parto normal
Maternidade

Cisam, na Encruzilhada, ganhará centro de parto normal